RNP anuncia parceria com CENPES/Petrobras em computação de alto desempenho para ICTs

No dia 15 de março, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) reuniu representantes do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES), unidade da Petrobras voltada para a pesquisa, desenvolvimento e inovação, para anunciar o lançamento do projeto “Ambiente de movimentação de dados com alto desempenho para Instituições de Ciência e Tecnologia ICT’s”.

A iniciativa tem como principal foco construir um ambiente de movimentação de dados com alto desempenho, sobreposto à rede de comunicação nacional da RNP, para atividades de pesquisa relacionadas à indústria de Óleo e Gás, tais como Geociências e Engenharia de Reservatórios. Tal ambiente visa facilitar o acesso de pesquisadores do CENPES/Petrobras aos centros de supercomputação das ICT’s: Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e SENAI-CIMATEC, com segurança, rapidez na movimentação dos dados e facilidade de uso.

Atualmente, parte dos projetos desenvolvidos pelo CENPES em cooperação com ICT’s demandam a utilização de recursos de computação de alto desempenho. Para suportar essa demanda, a Petrobras tem investido em projetos dessa natureza a fim de otimizar esses sistemas e reduzir o tempo de transferências. Além disso, o projeto é vinculado a um Termo de Cooperação firmado entre a RNP e a Petrobras em dezembro de 2021.

“O projeto irá ampliar a capacidade do acesso fim-a-fim aos computadores de alto desempenho utilizados pelo CENPES para 10Gb/s no curto prazo, somado a ações de P&D para otimização de desempenho de sistemas finalísticos e da arquitetura da rede de campus das ICT’s e Petrobras, permitindo uma redução significativa do tempo total de transferências de dados. No médio prazo, queremos evoluir a conectividade das ICT’s para 100Gb/s. Outro benefício será na comunicação de longa distância entre os partícipes da rede, provendo segmentação lógica de tráfego e políticas específicas de segurança para acesso aos ambientes de supercomputação.”, explica a diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da RNP, Iara Machado.

O projeto, que também conta com a colaboração das redes metropolitanas do Rio de Janeiro (RedeRio), de Salvador (REMESSA) e do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), tem duração prevista de dois anos e contempla ainda a aquisição de hardware para melhoria no desempenho da rede entre o CENPES e o LNCC e o SENAI-CIMATEC.

O evento, realizado em formato online, contou com a participação do diretor-geral da RNP, Nelson Simões e da equipe gerencial do CENPES, além da presença do Secretário de Empreendedorismo e Inovação (SEMPI) do MCTI e presidente do Conselho de Administração da RNP, Dr. Paulo Cesar Rezende de Carvalho Alvim e de diretores das ICT’s envolvidas no projeto

;