Seções
Texto

Conexão ao Centro de Lançamento em Alcântara

Imagem
CLA Alcântara
Texto

Sobre a base espacial

O Brasil tem dois centros de lançamento de foguetes, um na Barreira do Inferno, a 12 quilômetros de Natal, no Rio Grande do Norte, e o de Alcântara, no Maranhão, a 32 quilômetros da capital São Luís. 

Com localização privilegiada, próximo à linha do Equador, o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) foi inaugurado em 1983 e está em operação desde 1989. O local foi projetado com uma estrutura capaz de lançar foguetes, tripulados ou não, e colocar satélites na órbita da Terra, além de enviar astronautas em missões de pesquisa.
 

Texto

Conectando a base aérea em alta velocidade

Vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) conectará o Centro de Lançamento de Alcântara e São Luís (MA) a Fortaleza (CE), hoje o maior hub de cabos submarinos no Brasil, com interconexões para os EUA, Europa e África, por meio de um cabo submarino de 22 km, além de uma rede óptica terrestre de 685 km.

A conexão em alta velocidade irá beneficiar diretamente pesquisadores que dependem de alta capacidade para transmissão de dados das áreas de astronomia, física de altas energias, engenharia aeroespacial, clima e biodiversidade, impulsionando o desenvolvimento científico e tecnológico na região.

Texto

Impacto social

Texto

+1 milhão

de pessoas beneficiadas em quatro cidades

Texto

+ 700 km

de cabos ópticos terrestres e submarinos

Texto

9 instituições 

de ensino e pesquisa atendidas

Texto

Marcos do projeto

Texto

Fevereiro de 2022

Planejamento do Projeto Executivo de Engenharia

Texto

Setembro de 2022

Levantamento hidrológico do projeto de conexão submarina

Texto

Setembro de 2022

Cessão para operação e manutenção de parceiros

Texto

1º Trimestre de 2023

Lançamento do cabo submarino entre São Luís e Alcântara
 

Texto

2º Trimestre de 2023

Rede terrestre integrada ao cabo submarino em operação.
 

;