Programa de Atualização Profissional em Saúde Digital da RNP conta com mais de dois mil inscritos

- 23/11/2022

A crescente demanda por profissionais cada vez mais qualificados para exercer suas atividades no contexto de uma prática digital da saúde fez com que a RNP, com sua Rede Universitária de Telemedicina (RUTE/RNP), em operação há 16 anos no Brasil, preparasse um programa de formação inédito sobre o tema para ser disponibilizado gratuitamente para estudantes e profissionais da área, por meio do Programa de Atualização Profissional em Saúde Digital (PAP-SD), oferecido em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). A ação foi muito bem recebida e, um mês após o início das inscrições, o curso em formato EaD já conta com mais de dois mil inscritos.

“Existem muitas e múltiplas competências nas organizações do Sistema RNP, que permitiram a concepção colaborativa de um novo modelo e proposta de oferta de capacitação em EaD, para que hoje, com o apoio do MCTI, tenhamos já alcançado a marca de 2 mil alunos inscritos, algo inédito no Brasil. E também é uma contribuição estruturante da RNP para resolver um dos gargalos da transformação digital na saúde – Capacidade de profissionais atualizados para as novas práticas digitais, conforme definido na prioridade 6 da Estratégia de Saúde Digital do Brasil", afirma o especialista de Relacionamento com a Comunidade de Saúde da RNP, Paulo Lopes.

A primeira etapa da capacitação “Formação Básica em Saúde Digital” está correndo a todo vapor e o conteúdo é acessado dentro da plataforma desenvolvida pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Entre os temas abordados, estão a transformação digital, aplicações práticas na saúde digital, desafios digitais, conceitos de segurança, direito e bioética digital e inteligência emocional digital, entre outros.

Os 250 candidatos que obtiverem as melhores notas serão classificados para a segunda fase do programa, a “Atualização Profissional em Saúde Digital”. Além da boa pontuação, é preciso que o profissional selecionado já atue como preceptor, orientando estudantes e residentes das áreas de enfermagem, medicina, radiologia e saúde coletiva, entre outras de instituições vinculadas a alguma unidade da RUTE. Gestores administrativos de saúde e profissionais de TI também poderão se classificar.

Os aprovados terão o apoio de tutores para desenvolver atividades de saúde digital, focadas em assistência, pesquisa e ensino. A previsão é de que as aulas dessa etapa se iniciem em fevereiro de 2023 e serão ministradas em um ambiente online da Escola Superior de Redes (ESR).

As inscrições seguem abertas até dezembro e devem ser feitas por AQUI!

;