Plataforma desenvolvida pela UFSC vence prêmio ARede Educa 2016

- 30/11/2016

O Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebeu o prêmio ARede Educa 2016, na categoria de plataformas educacionais, pelo desenvolvimento de um ambiente de aprendizagem para experimentação remota. O prêmio, que está na 9ª edição, recebeu mais de 500 inscrições e selecionou 52 projetos de todo o Brasil que aplicaram novas tecnologias para ambientes educacionais.

A plataforma da UFSC, chamada de Relle (do inglês Remote Labs Learning Environment), é um ambiente virtual que permite o uso de experimentos físicos reais, de forma remota, via Internet. O objetivo é a integração das TIC na educação como ferramenta para aumentar a qualidade do aprendizado prático dos alunos, principalmente em áreas do conhecimento como ciências, tecnologia, engenharia e matemática.

O Relle foi desenvolvido pelo Grupo de Trabalho em Experimentação Remota (GT-MRE), um projeto financiado pelo Ministério da Educação, através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), e coordenado pela RNP, dentro de seu Programa de GTs Temáticos em educação a distância.

Iniciado em 2014, o GT-MRE atende a mais de 5 mil alunos e docentes, em todos os níveis escolares. O projeto também provê um ambiente virtual de aprendizagem para a capacitação de docentes e a construção de conteúdos didáticos em experimentação remota, que podem ser incorporados em planos de aula.

As principais motivações para a pesquisa são, de um lado, a carência de infraestrutura nas instituições de ensino, representada pelo baixo número de computadores, de laboratórios de informática e de ciências, e, do outro, a presença dos dispositivos móveis no cotidiano dos alunos, que podem usá-los para fins de aprendizagem.

;