Nona edição do Fórum RNP reúne 2,4 mil participantes em um encontro com o futuro

- 28/10/2020

Pelo nono ano consecutivo, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), realizou o Fórum RNP, encontro que promoveu um amplo debate sobre transformação digital e o uso e a gestão das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) para finalidade de ensino, pesquisa e inovação. Para este ano, o tema escolhido foi “Encontro com o Futuro”.

Com o apoio da Secretaria de Governo Digital (SGD) do Ministério da Economia e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Ministério da Educação, o evento aconteceu entre os dias 19 e 21 de outubro e, pela primeira vez, foi realizado em formato 100% online e gratuito, reunindo cerca de 2,4 mil pessoas.

Confira os destaques do evento

Segunda-feira, 19 de outubro

No painel “O que te motiva a inovar?”, o TED speaker e presidente do Instituto Laura, Jacson Fressatto, inspirou os presentes ao contar sobre sua filha Laura, que nasceu em 2010 e faleceu após 18 dias por sepse, que o motivou a empreender e criar o robô Laura, primeiro robô cognitivo gerenciador de riscos do mundo. A tecnologia já ajudou a salvar cerca de 24 mil vidas.

Outro destaque foi a palestra “A visão do Reino Unido para o futuro do ensino superior, acelerada pelo Covid-19", com o chefe executivo da rede acadêmica do Reino Unido (JISC), Paul Feldman, que compartilhou sua visão sobre as inovações do setor e sobre as mudanças que já estão acontecendo nas universidades britânicas, como por exemplo o surgimento de bibliotecas virtuais.

Tivemos ainda a participação do secretário-adjunto de Governo Digital, Ciro Avelino, do Ministério da Economia, que abordou as estratégias do Governo Federal para acompanhar a transformação digital. Entre os dados mencionados por Avelino, de 3.911 serviços públicos, 61% já fazem uso de plataformas digitais. De janeiro de 2019 até outubro deste ano, mais de mil serviços foram digitalizados, só durante a pandemia foram 350 serviços transformados digitalmente. Um exemplo é recém-lançado serviço de Carteira de Trabalho digital, acessível hoje ao cidadão por aplicativo, com economia de R$ 31 milhões aos cofres públicos por ano.  

Terça-feira, 20 de outubro

No segundo dia, foi a vez do o autor do best-seller “6 Competências da Transformação Digital” e investidor anjo, Andrea Iorio, apresentar seu painel sobre “Como se adaptar em um cenário digital e imprevisível”. Com mais de 10 anos de experiência em empresas multinacionais de tecnologia, Iorio, que já atuou como Chief Digital Officer (CDO) da L’Oréal Brasil e como diretor do Tinder na América Latina, estando à frente do aplicativo por quase cinco anos, convidou os participantes a desenvolverem novas competências para navegar em um mundo de imprevisibilidade e totalmente digital.

Tivemos também o debate sobre “Mulheres nas TIC: Trilhando um Futuro Disruptivo”, que reuniu, além da moderadora Carla Pires, diretora de TIC do IFSul, a analista de TI do Instituto Federal da Bahia (IFBA), Edna Mattos; a ex-diretora do CPD da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Jussara Musse; e a diretora de PD&I da RNP, Iara Machado. Entre os dados de destaque do painel, vimos que somente 29% dos postos de trabalho em tecnologia são ocupados por mulheres; em cargos em coordenação, 15% apenas são ocupados por mulheres e cargos de direção somente 2%. O que demonstra como a mulher não está ainda conseguindo ser parte do processo de tomada de decisão. 

Já o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert, apresentou números expressivos relacionados ao teletrabalho adotado pelos órgãos federais entre abril e agosto: R$ 1.4 bilhão a menos de gastos. Em cima desse resultado expressivo de redução de custos, a Secretaria de Gestão já estima uma economia de R$ 1.3 bilhão nos próximos três anos com a diminuição das despesas com aluguel de prédios públicos.

Quarta-feira, 21 de outubro

Para encerrar o evento, tivemos o painel “Biblioteca Virtual”, que desbravou o conceito, ainda novo no Brasil, mas que foi acelerado pela pandemia este ano. A discussão contou com a presença de Letícia Strehl, Diretora da Biblioteca Central da UFRGS e responsável por coordenar tecnicamente 31 bibliotecas do Sistema da instituição; o Portal de Periódicos da CAPES como um exemplo de repositório de conhecimento há 20 anos, que trouxe algumas perspectivas em relação às bibliotecas brasileiras, Katyusha Madureira, analista em Ciência & Tecnologia na Fundação Capes; que contou sobre as experiências e os desafios vivenciados por países que já praticam esse formato de disseminação de conhecimento, e com o depoimento de Caren Milloy, Diretora-Adjunta de Licenciamento na Rede Acadêmica do Reino Unido (Jisc).

Contamos ainda com o cientista-chefe da Digital Strategy Company, professor extraordinário da Cesar School, professor emérito da UFPE (Centro de Informática – CIn), fundador e presidente do Conselho de Administração do Porto Digital e membro dos conselhos do Magalu, MRV, CI&T e Capes, Silvio Meira, que apresentou o tema “Chegou a hora das estratégias de informação”, mostrando um caminho que as organizações devem seguir para realizar uma transformação digital de sucesso. 

As palestras, debates, podcasts, tudo mais que o Fórum RNP 2020 proporcionou aos participantes, está disponível na página do evento https://forum.rnp.br.

Os vídeos gravados das palestras também estão no canal da RNP no Youtube, https://www.youtube.com/c/redernp

© 2019 - RNP Todos os direitos reservados.   |  Conheça nossa Política de Privacidade