Em reunião comemorativa, RUTE celebra 15 anos de atuação

- 01/04/2021

Há 15 anos, a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) trabalha promovendo o avanço da saúde digital no Brasil, contando com uma infraestrutura de alta capacidade. Para celebrar o marco, na última quarta-feira (31/3), foi realizada uma reunião comemorativa para rememorar os anos de trabalho, vibrar pelo reconhecimento alcançado pela RUTE e traçar objetivos para os próximos anos.

Na ocasião, os coordenadores dos Grupos de Interesse Especial (SIGs) e os coordenadores de unidades RUTE convidados estavam virtualmente presentes. O coordenador nacional da RUTE, Luiz Ary Messina, presidiu a reunião e começou saudando o diretor adjunto de Relacionamento Institucional, Gorgônio Araújo, que assumiu os microfones resumindo o motivo do encontro em uma palavra: “orgulho”, ao dirigir-se aos convidados. “Essa trajetória orgulha muito a RNP! E a RUTE, para nós, são vocês, são as unidades. Vocês implementaram um exemplo de rede de colaboração. E essa trajetória de 15 anos nos diz quanto a gente caminhou. Vocês também nos mostraram a força da educação e pesquisa em saúde. Esse momento está marcado pelo fortalecimento do modelo da RUTE para além das fronteiras do Brasil, a atuação através do comitê técnico de saúde digital da RNP”, comemorou Gorgonio.

Em seguida, Messina discursou sobre o objetivo de RUTE: “a construção de redes colaborativas, olhando sempre para a construção de novas capacidades”. Ao olhar para trás, o coordenador nacional da RUTE, relembra os desafios superados ao apostar no que, na época, era desconhecido e explica que as metas agora são outras, começando pelo investimento em mais qualidade nas pesquisas colaborativas. Luiz Ary Messina ainda citou feitos que demonstram o crescimento orgânico da RUTE nos últimos anos:

  • A criação de novos SIGs, entre eles o SIG Covid – que já contou com mais de 4.000 participantes de 14 países – e o SIG Universitários da Saúde.
  • A expansão da RUTE para a América Latina, a partir de uma aliança com a Red Clara e as redes avançadas dos países Brasil, México, Colômbia, Chile e Equador. Em março deste ano, a primeira delas foi lançada: a RUTE-Chile.
  • A atuação da Frente Parlamentar de Telessaúde e Telemedicina, na busca de uma política nacional da prática.
  • O reconhecimento e citação da RUTE pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
  • O Relacionamento com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
  • E as 140 unidades RUTE espalhadas pelo país. A 140ª foi inaugurada ainda nesta semana, em 30/3, no Hospital Universitário de Lagartos (HUL), em Sergipe.

Após o evento, os coordenadores receberão certificados em homenagem ao trabalho prestado. Representando o grupo, a coordenadora da RUTE-UFBA e Chefe da Unidade de Telessaúde do Hospital Universitário Professor Edgard Santos (HUPES), em Salvador, foi uma das convidadas que falou sobre a importância da RUTE para suas comunidades locais. “A RUTE mudou nossas vidas e instaurou uma rotina no hospital universitário com um novo formato de atuar e formar profissionais”, finaliza. 

;