CTIC/RNP lança primeira chamada em Segurança Cibernética com a agência americana NSF

- 31/10/2016

A RNP, por meio do seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação (CTIC), em parceria com a National Science Foundation (NSF) dos Estados Unidos, lança a primeira Chamada Conjunta RNP-NSF para Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento em Segurança Cibernética. Os interessados terão até 16/12 para enviar suas pré-propostas nos temas Segurança e Privacidade em Redes; Internet das Coisas, Sistemas Ciber-Humanos e Ciber-Físicos; e Detecção de Malware. O endereço para o envio é https://jems.sbc.org.br/br_us_cybersec2016.

O objetivo da chamada é estreitar a colaboração entre instituições científicas e tecnológicas e empresas brasileiras e americanas sobre o tema, abrindo espaço para o intercâmbio de pesquisadores entre as instituições, a troca de dados e informações particulares de cada área de atuação dos parceiros, a criação de equipes com qualidades e capacidades complementares, bem como o avanço da produção científica.

Nesta primeira edição, serão oferecidos até US$ 3 milhões por até dois anos. Cada projeto deve receber até US$ 600 mil, sendo metade do valor financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e repassado pela RNP, e a outra metade oferecida pela NSF.

Segundo o ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, trata-se de uma oportunidade para estreitar os vínculos entre a comunidade científica brasileira e a dos EUA. “O ambiente cibernético é elemento crucial para a economia digital e isso exige o desenvolvimento de competências próprias nessa área. A parceria com a National Science Foundation permitirá a aproximação entre pesquisadores e a troca de experiências entre os dois países, contribuindo de maneira decisiva para a ampliação do conhecimento em uma área estratégica para o Brasil”, afirmou.

Os temas foram priorizados após discussões que envolveram pesquisadores brasileiros e americanos especialistas em segurança cibernética. A necessidade de trabalhá-los está relacionada ao aumento de ameaças em um mundo cada vez mais conectado, no qual se vê frequente a incidência de temas como cibersegurança, criptografia, defesa cibernética e cybercrime.

“Os Estados Unidos têm um vasto histórico de investimentos e demandas por soluções em segurança cibernética. As pesquisas de brasileiros em conjunto com americanos trarão novos desafios e os colocarão diante de diferentes cenários, os quais podem representar a situação atual ou futura do Brasil. Esperamos utilizar o conhecimento adquirido em experiências anteriores de cooperações internacionais em P&D, para garantir bons resultados também na cooperação com a NSF”, ressaltou o coordenador de Projetos do CTIC, Wanderson Paim.

Saiba mais sobre a primeira chamada RNP-NSF

Um comitê avaliador misto (americanos e brasileiros) será responsável por escolher cinco projetos de P&D que estejam relacionados a pelo menos um tema do edital. A análise e o julgamento das propostas ocorrerão por meio de múltiplas avaliações para cada proposta, sendo a nota final estabelecida a partir de reuniões de consenso entre os avaliadores. Serão considerados os projetos com duração máxima de dois anos.

Mais informações em https://www.rnp.br/pesquisa-e-desenvolvimento/editais.

;