9º Encontro de Fornecedores e Parceiros acontece no formato híbrido

- 30/06/2022

Depois de dois anos no formato online, na última quarta-feira (30/6), o 9º Encontro de Fornecedores e Parceiros retomou de forma híbrida, com o encontro presencial na cidade de Campinas-SP. O evento contou com 136 participantes presentes, entre parceiros e colaboradores da RNP, 1.154 acessos pela plataforma Eduplay e 1.938 acessos pelo Youtube.  
 
No primeiro painel, o diretor de Pessoas, Administração e Finanças, José Luiz Ribeiro Filho, mediador do tema de governança e gestão, compartilhou informações para uma maior compreensão de como a RNP funciona, quais são os limites e escopo de atuação para um melhor alinhamento entre os parceiros e a organização, permitindo entender como são operados os processos de compras e contratação de serviços, a maturidade da gestão e avaliação de riscos, transparência na relação institucional e segurança e privacidade.  
 
Camila Borges, gerente de Processos e Riscos, compartilhou como funciona o acompanhamento e monitoramento dos processos e como processo de gestão de risco é tratado na organização.  

Já o diretor de Cibersegurança, Emilio Nakamura, trouxe a importância da segurança por meio das redes de relacionamentos entre parceiros e a RNP, onde ocorre um grande fluxo de dados, o que exige um cuidado ainda maior de conformidade legal, e a proteção dos dados que são coletados por essas conexões.  

Transparência das informações foi o tema abordado pela gerente de Informação, Vanessa Macedo. Ela destacou os dados da legislação, os decretos e como funcionam as cláusulas de confiabilidade. Também compartilhou a reestruturação do espaço de Acesso à Informação, onde estão disponibilizados os regulamentos, como funciona o processo para a seleção de fornecedores, prestadores de serviços, executores de obras, e processos para seleção de pessoal permanente. 
 
Trazendo o  tema central desta edição, "Parcerias em uma era digital incerta", o diretor-geral da RNP, Nelson Simões, falou sobre as mudanças que ocorreram no período de 2020 e 2021, com a digitalização extrema, modernidade acelerada, que vieram carregados de incerteza nos negócios. Nelson citou que esse é o século da incerteza, onde problemas complicados demandam especialistas para que possam ser resolvidos. Já os problemas complexos estão no espaço das parcerias, em vez de olhar um único evento, por mais imprevisível que ele seja, vemos uma história. Não é só construir solução, e sim, construir cenários. "Faz parte do nosso DNA sermos curiosos. Isso mostra o potencial que temos em, do forma conjunta, tratar esses problemas e descobrir novas soluções. Nosso maior valor são as pessoas, é onde encontramos as nossas competências, desenvolvendo aquelas que precisam para a construção do futuro", relatou Nelson.  

Três razões das parcerias que transformam 
 
A primeira é a solidez na governança, integrando as políticas públicas para gerar resultados, apoiando a comunidade na transformação digital. A segunda razão é a excelência na execução, gerando prova de conceito. E, para fechar, viver o propósito na prática, entendendo que estamos trabalhando por uma causa que gera esse valor, dando sentido as ideia, transformando a educação e pesquisa para todos no Brasil.  
 
Abrindo o segundo painel, a diretora de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, Iara Machado, foi a mediadora, trazendo o tema "Inovações e novos modelos de parcerias", e como a RNP está buscando se relacionar com as startups. O diretor-adjunto de Gestão e P&DI, Lisando Granville, compartilhou os resultados alcançados com o Programa de Inovação Aberta e como seu uso estimula a criação, o fomento e desenvolvimento das startups, criando possíveis potenciais parcerias de negócios. Já o diretor-adjunto de Serviços Digitais Especializados, Marcello de Jesus, falando sobre como a busca por inovação no processo de qualificação de fornecedores, por meio de startups, vem evoluindo. Também tivemos dois convidados, Bruno Matos, da Startup GetInsight, e Reinaldo Matushima, da BrainIt, que compartilharam suas percepções sobre esse modelo.  
 
Quem iniciou o painel de Infraestrutura e Serviços foi o diretor-adjunto da Escola Superior de Redes, Leandro Guimarães, que fez a mediação e trouxe a reflexão de como seria o mundo sem as mentes brilhantes que se dedicam a evolução tecnológica. Em seguida, Oswaldo de Freitas, gerente de Projetos Estratégicos, explicou como funcionam os projetos e programas de Infraestrutura e Conectividade, como o Internet Brasil, Escolas e Alunos Conectados, entre outros.  
 
Outro tema de destaque no painel foi a Rede Ipê. O diretor-adjunto de Engenharia e Operações, Ari Frazão, falou sobre o estado atual da rede e as perspectivas de futura, sobre o novo processo de permutas de canais ópticos para pontos não atendidos por parceiras existentes, o processo de contratação de enlaces para atendimento ao Pontos de Presença da RNP (PoPs) da região Norte e sobre o processo de aquisição de equipamentos. 

Ainda sobre o tema, o diretor-adjunto de Serviços, Luiz Coelho, compartilhou a necessidade de ter uma rede para conectar os pesquisadores aos projetos da rede acadêmica, o armazenamento seguro dos dados coletados por meio da demanda exponencial e os desafios que as instituições de pesquisa estão enfrentando no gerenciamento, armazenamento e transmissão de dados. Falou sobre o papel da RNP nesse processo, criando uma nova ponte entre a pesquisa e os sistemas de armazenamento, a ponte de "simplicidade", segura, sem custo de tráfego egresso e limitada ao sistema de pesquisa. Para complementar, o diretor-adjunto de Soluções, Claudio Silva, explicou como funcionam as soluções ofertadas pela RNP como Wi-fi Brasil e o SISU, e suas oportunidades de aplicação. Fechando o painel, Leandro Guimarães, falou sobre a unidade de serviços de capacitação da RNP, a Escola Superior de Redes, e os pilares da nova estratégia entre as parceiras, sistema EAD e a Consultoria Educacional. 
 
Na segunda parte do Encontro, foi realizado o tradicional momento de reconhecimento das atividades exercidas pelos Fornecedores e Parceiros da RNP, com os hardwares, softwares, serviços e conectividades com as melhores entregas dentro dos prazos definidos.  
 
O diretor-adjunto de Relacionamento, Gorgonio Araujo, foi convidado para falar sobre o Programa de Responsabilidade Social da RNP, sobre o que é feito além dos objetivos já programados da organização, por meio do voluntariado, em projetos como o Include, Amankay, RNP & British Council com o treinamento Mulheres em Tech, entre outros. 
 
No fechamento do encontro, os diretores da RNP tiveram uma mesa redonda sobre os grandes movimentos da RNP, demonstrando as novas possibilidades e oportunidades para o futuro.  

 
Assista à gravação do 9º Encontro de Fornecedores e Parceiros na íntegra: 

Remote video URL

 

 

;