Saúde

A RNP disponibiliza serviços de tecnologia de redes, inovação e educação para atender à área da saúde, em decorrência das ações de cooperação entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Educação (MEC) e da Saúde. A primeira iniciativa foi a Rede Universitária de Telemedicina (Rute), que está integrada ao projeto Telessaúde Brasil Redes.

Rede Universitária de Telemedicina (Rute)

A Rute é um projeto coordenado pela RNP, considerada a maior iniciativa em telemedicina/telessaúde do mundo. Atualmente, abrange cerca de 200 hospitais universitários e de ensino e contempla mais de 100 núcleos de telemedicina e telessaúde, inaugurados e em plena operação, por todo o Brasil.

A rede também possui cerca de 50 Grupos de Interesse Especial, compostos por profissionais de várias especialidades e subespecialidades da saúde. Ao todo, são mais de 600 sessões por ano de vídeo e webconferências gravadas e disponibilizadas no ICD-RUTE (Intercâmbio de Conteúdo Digital). Isso representa uma média diária de duas a três sessões científicas com a participação de cerca de 300 instituições, do Brasil e da América Latina. Saiba mais.

Programa Telessaúde Brasil Redes

A Rute está integrada ao Programa Telessaúde Brasil Redes, uma iniciativa do Ministério da Saúde que busca melhorar a qualidade do atendimento e da atenção básica no Sistema Único da Saúde (SUS), integrando ensino e serviço por meio de ferramentas de tecnologias da informação para promover a teleassistência e a teleducação.

Os núcleos de Telessaúde e Telemedicina são dotados de equipamentos de ponta para comunicação em tempo real e são conectados à infraestrutura de rede de alto desempenho operada pela RNP. Atualmente, o programa está presente em 14 estados, atendem a cerca de 10 mil equipes do Programa Saúde da Família, 30 mil profissionais e 2.874 pontos em mais de 1.000 municípios brasileiros.

Em 2012, ambas as iniciativas, Telessaúde Brasil Redes e Rute, receberam a qualificação de melhor prática em Telemedicina pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Comissão Econômica para América Latina e Caribe (CEPAL). Saiba mais