Walter Willinger fala sobre inteligência artificial e cibersegurança no WRNP 2022

Um dos keynote speakers do 23º Workshop RNP, Walter Willinger, cientista chefe da NIKSUN, abre o segundo dia de evento (24), às 9h, com uma palestra sobre inteligência artificial (IA) na área de redes de computadores. Em entrevista para a RNP, Willinger compartilhou um pouco da expectativa para a sessão ‘AI and Cybersecurity: The Emperor has no Clothes’, que comandará no Workshop, e previsões para o avanço de pesquisas e desenvolvimento de tecnologias com IA.

RNP: Você é um dos convidados principais do 23º WRNP. O que planeja comentar em sua apresentação?

Willinger: Minha apresentação será mais uma advertência sobre o atual uso de Inteligência Artificial (IA) e Aprendizado de Máquina (machine learning - ML) voltados à cibersegurança e seus impactos práticos.

RNP: Você é um especialista renomado em Inteligência Artificial (IA). O que será possível desenvolver nessa área nos próximos 30 anos?

Willinger: Tenho interesse especial em estudar quais avanços de pesquisa de IA/ML são necessários para resolver muitos dos problemas urgentes que nascem da área de segurança de redes, incluindo formas de se alcançar cibersegurança de forma mais autonôma.”

RNP: Quais são os limites da Inteligência Artificial?

Willinger: Os humanos! Em última instância, as pessoas criam códigos-fonte. (Incluindo códigos que podem levar os computadores a criar códigos também!)

RNP: Há setores de negócios nos quais a IA não deveria ser utilizada?

Willinger: Acho muito problemático o uso frequente de modelos caixa-preta que ninguém consegue explicar em termos de como tais caixas-pretas tomam certas decisões, especialmente decisões de alto risco em áreas como justiça criminal, cuidados da saúde, agências de crédito, etc.

RNP: Quais são os principais impactos da IA nas áreas de saúde e educação em países como o Brasil?

Willinger: De fato não sei precisamente o caso do Brasil, mas baseado na experiência em outros países como os EUA, os impactos são mistos. De um lado, vemos uma eficiência maior em cuidados da saúde e interesse maior em estudos relacionados com IA/ML. De outra forma, estamos testemunhando preconceitos de gênero e raciais contínuos (e frequentemente difíceis de serem apontados), incluindo aumento na desigualdade social e abismo digital.

RNP: O 23º WRNP busca aproximar o público de inovações em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias da informação e comunicação no Brasil e no mundo. Que desafios você prevê para cumprimento dessa missão?

Willinger: Acredito que mais esforços serão necessários no sentido de educar o público sobre benefícios concretos e sobre os perigos reais do uso de IA/ML em processos decisórios críticos que permeiam a sociedade.

RNP: Os avanços na computação são notáveis. Que novidades podemos esperar nessa década?

Willinger: Maior automação em vários cenários, mas também um número e tipo maior de falhas. Para mitigar tais falhas, mais pesquisas serão necessárias para se entender e lidar com as consequências não planejadas dessa automação possibilitada pelos avanços da computação.

RNP: Como encorajar jovens a escolher ciência e tecnologia como áreas de estudo e trabalho?

Willinger: Apelar para a curiosidade dos jovens. Estimular os estudantes a apresentar sobre como usar modelos de aprendizagem profunda (deep learning) é uma coisa. Solicitar que eles encontrem como um modelo de rede neural toma suas decisões requer um modelo mental totalmente diferente.

Inscrições para 23º WRNP estão abertas

Além de Inteligência Artificial e cibersegurança, a 23ª edição do WRNP aborda ainda outros temas atuais, como metaverso, chip neutro, tecnologias quânticas e deep techs. Para conferir a programação completa do evento, clique aqui. As inscrições estão abertas e podem ser feitas neste link

O Workshop RNP é um evento gratuito voltado para pesquisadores, professores, estudantes de graduação e pós-graduação, além de profissionais de TI e inovação. Ele ocorre ​​em paralelo ao Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (SBRC), organizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e, em 2022, será realizado online pelo terceiro ano seguido.

 

;