União Europeia lança 4ª Chamada Coordenada com o Brasil

- 10/10/2016

Uma semana após o anúncio de lançamento da 4ª Chamada Coordenada BR-EU no Brasil, a Comissão Europeia apresentou informações sobre a chamada, durante o ICT Proposers’ Day, nos dias 26 e 27/9, em Bratislava (Eslováquia). O evento reuniu mais de 2 mil pessoas, entre representantes acadêmicos, pesquisadores, empresários, pequenas e médias empresas, além de atores governamentais de toda a Europa.

O evento teve o objetivo de difundir a pesquisa e inovação em TIC, com foco no programa Horizon2020. A RNP participou como responsável brasileira pela condução das chamadas coordenadas no país. Seu papel foi responder aos questionamentos sobre regras de participação de instituições brasileiras, metodologia de acompanhamento dos projetos e, principalmente, como encontrar parceiros brasileiros para a formação de consórcios.

Foi disponibilizado um estande para atender aos interessados em tirar dúvidas sobre a cooperação com o Brasil. O coordenador do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação (CTIC/RNP), Wanderson Paim (foto), foi um dos responsáveis por responder às perguntas, juntamente com a Project Officer da Comissão Europeia responsável pelos projetos da área de Computação em Nuvem, Maria Tsakali, e a Project Manager da Trust-IT, Sara Pittonet, representando o projeto EUBrasilCloudForum, selecionado na 3ª Chamada Coordenada.

Além disso, uma das seis principais trilhas do ICT Proposers’ Day – Future Networks & International – teve uma sessão exclusiva para tratar da cooperação com o Brasil. Na oportunidade, Jorge Pereira, da Comissão Europeia, apresentou os temas, recursos e expectativas em relação às propostas. A sessão ainda contou com apresentações sobre Internet das Coisas e Computação em Nuvem, por parte de pesquisadores e empresas interessadas em submeter propostas. As apresentações podem ser encontradas no site da Comissão Europeia.

Uma das dinâmicas realizadas no evento foi a chamada Face2Face Brokerage. Em um amplo espaço com mesas numeradas e espalhadas, era possível pré-agendar reuniões de até 20 minutos com qualquer pessoa ou instituição participante no evento. “Bastava olhar a lista de participantes no evento e agendar uma reunião com o parceiro de interesse. Ainda, circulado por palestras e apresentações sobre oportunidades de financiamento da Comissão Europeia, era um prato cheio para a criação de parcerias”, destacou Wanderson Paim.

Veja informações do edital com as regras de participação brasileira.

;