SiBBr repatria 850 mil dados sobre a biodiversidade em um dia

- 15/06/2016

Para acelerar a repatriação de dados sobre a biodiversidade brasileira, pesquisadores do Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) desenvolveram uma ferramenta capaz de recuperar todos os registros de maneira automatizada. Com isso, 850.491 novos registros foram repatriados ao SiBBr em apenas um dia. Os dados estavam no Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade (GBIF, na sigla em inglês). O SiBBR é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para consolidar uma plataforma de dados e conteúdos sobre biodiversidade.

Segundo a diretora-geral do sistema, Andrea Portela Nunes, a ferramenta de repatriação foi desenvolvida para resgatar informações sobre a biodiversidade brasileira publicada em outros países. Ela cita, por exemplo, os museus de história natural da Europa e dos Estados Unidos, que possuem enormes coleções de dados sobre a flora e a fauna brasileiras.

"Quando eles informatizam esses dados e vão para o sistema lá do museu, ficamos sem ter o dado aqui. Para poder ‘puxar' o dado para cá, normalmente fazíamos um processo manual de busca e indexação de dados, que demora bastante. A ferramenta que desenvolvemos faz isso de forma automatizada. Ela busca dados sobre biodiversidade brasileira em todas as bases de dados do Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade e automaticamente faz a indexação para a nossa base de dados", explica Andrea, que é coordenadora-geral de Gestão de Ecossistemas do MCTIC.

Desde 2014, quando começou a repatriação de dados sobre a biodiversidade brasileira, 1.608.875 registros já foram recuperados. São informações coletadas no Brasil e publicadas em 36 países. Com os dados resgatados com a nova ferramenta, o SiBBr já disponibiliza 2.459.366 ocorrências repatriadas do sistema global.

Segundo Andrea, 50 mil novos registros sobre a biodiversidade brasileira são publicados por outros países mensalmente no Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade.

Ela lembra que, em novembro de 2015, o SiBBr completou um ano com 6 milhões de registros sobre a biodiversidade. A expectativa é atingir nove milhões até o final do ano. "Temos quase dois milhões de dados que estão prontos para serem integrados ao SiBBr. Ou seja, com os 6,3 milhões que temos, chegaremos facilmente aos 9 milhões.”

O SiBBr é construído a partir de uma rede colaborativa de instituições e atores que geram, transformam e consomem informações sobre a biodiversidade brasileira. O Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e a RNP são parceiros no desenvolvimento, hospedagem e gestão da plataforma.

 

Fonte: MCTIC

Imagem: SIBBr

© 2019 - RNP Todos os direitos reservados.   |  Conheça nossa Política de Privacidade