Secretário do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações conhece dependências do PoP-CE

- 25/02/2021

Uma comitiva da Universidade Federal do Ceará recebeu o secretário-executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) Leônidas de Araújo Medeiros Júnior, em visita institucional ao Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra. Na ocasião, foram apresentadas as instalações da Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) da Universidade Federal do Ceará (UFC) e o Ponto de Presença no Ceará da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Além do reitor da UFC, Cândido Albuquerque, e do vice-reitor, Glauco Lobo, integraram a comitiva o pró-reitor de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional, Augusto Albuquerque; o superintendente de Tecnologia da Informação, Edgar Marçal; o coordenador técnico do Ponto de Presença da RNP no Ceará, Marcos Frota; o coordenador de Infraestrutura e Segurança da Informação da STI da UFC, Amarildo Maia Rolim; o diretor da Divisão de Rede de Computadores da STI, Woldisney Derarovele.

A visita começou pelo Ponto de Presença da RNP no Ceará, onde a comitiva foi apresentada ao espaço de controle e à sala de máquinas da rede, que conecta em todo o país instituições de ensino superior e pesquisa, agências de fomento, instituições culturais, unidades de saúde e ambientes e empresas de inovação.

Guiados pelo coordenador técnico Marcos Frota, os presentes puderam conhecer a amplitude da rede no Ceará, que tem como parceiros a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e o Governo do Estado do Ceará. "Entrei aqui em 1993. Faço a mesma coisa de diferentes formas há 28 anos e acompanhei muitas mudanças. Para que a rede possa funcionar, contamos com muitas parcerias, e costumo dizer que cada um entra com uma fruta e sai com uma salada, pois todos os envolvidos saem ganhando. Isso possibilitou à RNP dar um salto de qualidade nos últimos anos", afirmou Frota, que também socializou gráficos de uso da rede acadêmica durante o ano de 2020, no qual foi altamente demandada.

Em seguida, a comitiva dirigiu-se à sala-cofre, ambiente de proteção de dados da STI. A sala, que já conta com estrutura física de máxima segurança, recebeu em setembro de 2020 investimento em equipamentos de alta performance, por meio de chamada pública do MCTI e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). O upgrade melhorou todos os serviços de conectividade e de comunicação digital, assim como a estabilidade dos sistemas. "Hoje, a UFC tem uma comunidade de mais de 40 mil pessoas, por isso tem exigido uma rede ágil, com extenso uso de dados, sistemas acadêmicos e armazenamento em nuvem", ponderou o Prof. Edgar Marçal, que junto com os servidores Woldisney Derarovele e Amarildo Rolim conduziu o grupo pela sala-cofre.

A cobertura da RNP impressionou o secretário e o próprio reitor. "Foi uma maravilha ter vindo conhecer a riqueza do trabalho da RNP, fundamental para a conexão das instituições públicas e da própria região Nordeste", apontou o reitor Cândido Albuquerque.

Ao final, Leônidas Medeiros, que também é major-brigadeiro da Aeronáutica, afirmou que o MCTI se encontra muito satisfeito com o trabalho desempenhado pela RNP. As realizações, segundo ele, só são possíveis graças à complexidade da infraestrutura da rede na UFC e ao apoio recebido da própria Universidade. "A RNP está muito capilarizada dentro do Estado e interconectada com as redes locais e estaduais, proporcionando aos campos de ensino e pesquisa um avanço gigante. Isso por si só já denota uma capacidade aumentada para o desenvolvimento de trabalhos dentro da área da educação", adiantou o secretário.

Fonte: UFC/Gabinete do reitor.

;