RNP recebe especialistas de TIC de Moçambique que passarão por formação na ESR

Na última segunda-feira, 25/9, o diretor-geral da RNP, Nelson Simões, recebeu 25 especialistas em TIC de Moçambique para a realização de uma ampla capacitação em redes, que será realizada na unidade da Escola Superior de Redes da RNP (ESR) do Distrito Federal, por meio do Programa de Formação de Formadores em TIC. A iniciativa faz parte do Acordo de Cooperação entre a República de Moçambique e o Brasil, sendo apoiada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional (MCTESTP) e a Autoridade Nacional de Educação Profissional (ANEP), do lado do país moçambicano, e pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), do lado brasileiro.

O grupo de especialistas em Informática com habilitação em Redes ou Engenharia Informática participará, durante três meses, de dez cursos nas áreas de Administração de Sistemas, Administração e Projeto de Redes, e Segurança, visando um aperfeiçoamento global desses profissionais de Moçambique. O programa é voltado a formadores de instituições técnico-profissionais, técnicos da Direção Nacional do Ensino Técnico (DINET) e da ANEP.

Além da formação nos cursos, os especialistas participarão dos eventos Fórum RNP 2017 e Dia Internacional de Segurança em Informática (Disi) e de workshops com especialistas convidados pela ESR. Também será feita uma visita ao Instituto Federal de Brasília (IFB), para troca de experiência com gestores e técnicos de TI que atuam em nosso sistema educacional.

Essa capacitação, ao final, possibilitará ao grupo apoiar a implementação e consolidação da Rede de Instituições de Ensino Superior e de Investigação de Moçambique (MoRENet), a rede acadêmica do país. “A ESR vem apoiando a MoReNet desde 2014, com bolsas em alguns cursos ministrados aqui no Brasil, além de algumas turmas que foram transmitidas para o polo de Maputo. Esta ação, porém, representa um passo muito importante para Moçambique, pois estamos capacitando 25 professores de institutos federais locais, que serão replicadores de conhecimento. Em 2018, será executada outra turma com mais 25 alunos, totalizando 50 replicadores”, ressaltou o diretor-adjunto da ESR, Leandro Guimarães.

Na cerimônia de despedida dos formadores do país africano, o secretário permanente do MCTESTP, Celso Laice, destacou que a capacitação será de grande valor para as instituições e para o sistema de educação profissional em Moçambique. “De vós, após a formação, esperamos maior eficiência e eficácia profissional, além de contribuir para a melhoria crescente da funcionalidade da MORENet”, disse Laice.

O representante dos formadores, Hercínio Chilundo, reconheceu que as TIC ocupam um papel preponderante no desenvolvimento do país, mas que, em Moçambique, o nível da sua implementação é baixo. “Aceitamos o desafio de nos juntar a outra cultura com o propósito de agregar o pouco que sabemos nesta área e a crescer, como também trazer resultados positivos na perspectiva de melhorar e conciliar a teoria e a prática, além de tornar acessível as TIC a todas as áreas e distritos do país”, afirmou.

Lista de cursos a serem realizados:

ADR1 - Arquitetura e Protocolos de Rede TCP-IP    

ADR7 - IPv6 Básico    

ADR8 - Protocolos de Roteamento IP    

ADS1 - Introdução ao Linux    

ADS2 - Administração de Sistemas Linux    

ADS3 - Administração de Sistemas Linux: Redes e Segurança    

ADR6 - Tecnologias de Redes sem Fio    

ADR5 - Gerência de Redes de Computadores    

SEG1 - Introdução à Segurança de Redes    

SEG2 - Seguraça de Redes e Sistemas