RNP participa de iniciativa do Sebrae para negócios inovadores

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) foi uma das instituições selecionadas pelo Edital do Catalisa ICT, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) que visa criar mecanismos de atendimento a negócios inovadores de base tecnológica. A iniciativa se propõe a ser uma jornada de aceleração, que oferece aos pesquisadores capacitação em gestão, mentorias, fomento a projetos e aproximação entre a academia e o mercado.

Lançada em janeiro deste ano, a chamada nacional selecionou pesquisas com potencial para se tornarem negócios inovadores. Esses pesquisadores desenvolverão Planos de Inovação e, se pré-selecionados, serão atendidos por entidades de Ciência e Tecnologia, que prestarão uma série de serviços de fomento aos projetos de pesquisa.

Essas entidades poderiam se credenciar de duas formas: como Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e como Laboratórios. A RNP atuará nas duas frentes, através da sua Gerência de Inovação Tecnológica, para os serviços de proteção à propriedade intelectual e transferência de tecnologia, e por meio do seu serviço de Testbeds RNP, que oferece plataformas distribuída para experimentações, pesquisas, testes, medições e homologações de rede, através de consultoria especializada de P&D em diferentes plataformas de TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação). 

“Um dos nossos objetivos é estar próximo dos principais atores em âmbito nacional ligados ao ecossistema de inovação, presentes no projeto Catalisa ICT”, informa o gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da RNP, Gustavo Dias, referindo-se, além do Sebrae, a outras instituições credenciadas, como a Anprotec e o Fortec.

Como funciona o atendimento aos negócios inovadores?

Segundo Gustavo Dias, após o resultado do credenciamento dos dois mecanismos da RNP, que já veio contemplado com uma primeira lista de pesquisadores com seus respectivos planos de inovação, a RNP entrará em contato com tais pesquisadores para alinhar o entendimento e necessidades de ambos, para depois definir se têm condições de realizar os atendimentos.

Se houver essas condições, os pesquisadores vão elaborar um plano com, em média 18 horas, para realização efetiva dos atendimentos. Todos os atendimentos dos NITs e Laboratórios precisarão estar concluídos até março de 2023.

Sobre o Catalisa ICT

O Catalisa/ICT é uma iniciativa articulada pelo Sebrae, em parceria com entidades do ecossistema nacional de inovação, com o objetivo de acelerar e fomentar negócios inovadores de base tecnológica, para alavancar a geração de riqueza e bem-estar para a sociedade.

O Catalisa/ICT compreende uma jornada de aceleração com várias etapas, com duração de aproximadamente quatro anos. Mais informações sobre a iniciativa do Sebrae estão disponíveis no site do Sebrae.

Dúvidas podem ser enviadas pelo e-mail catalisaict@anprotec.org.br.

;