RNP marca presença no TNC 19

O evento TNC19, maior e mais prestigiada conferência europeia de redes de ensino e pesquisa, durou cinco dias, entre 16 e 20/6. Na capital da Estônia, Tallinn, o tema do workshop foi ‘Forjando Sociedades Digitais’ e reuniu 800 participantes, na sua maioria de profissionais das redes acadêmicas de mais de 60 países e todos os continentes, incluindo oito colaboradores da RNP.

Palestras e participações no evento

Os representantes da RNP participaram do TNC19 assistindo às palestras, apresentando artigos, integrando painéis e eventos paralelos. O coordenador de P&D, Marcos Schwarz, falou sobre infraestruturas definidas por software, que torna possível o fatiamento da rede, ou seja, múltiplas redes virtuais são criadas dentro de uma mesma rede física, o que permite a experimentação de novas arquiteturas de internet.

Já o diretor-adjunto de Soluções, Antônio Carlos Fernandes Nunes, fez uma apresentação sobre o modelo de marketplace que será oferecido pelo Nasnuvens e os principais acordos envolvidos no encontro ‘Nuvens globais, uma abordagem global: reunião de gerentes de nuvem das NRENs’. Ele aproveitou a oportunidade para se reunir com o diretor Geral da RedCLARA, Luis Eliécer Cadenas, para alinhar as iniciativas em nuvem, projetos e oportunidades conjuntas.

Quem representou a organização na 40ª reunião do REFEDS, grupo que reúne federações de identidade de redes acadêmicas de todo o mundo, foi o gerente de Serviços, Jean Faustino. Ele apresentou o tema "Emissão rápida e segura de certificados digitais através da Federação Brasileira de Identidade CAFe". Além disso, ele esteve nos eventos o Mobility Day e na reunião do Comitê Global de Governança do eduroam, em que atua como representante do comitê latino-americano.

Mais dois colaboradores falaram a respeito de nossas atividades. O gerente técnico da RedCLARA, Marco Teixeira, participou da apresentação do projeto Bella, ressaltando o status da parte terrestre do projeto da futura rede regional na América do Sul. O Bella vai facilitar a transferência de dados em alta velocidade entre Europa e América Latina, para promover a colaboração entre os pesquisadores dessas regiões.

Michael Stanton, cientista de redes da RNP, foi o último a participar do evento, dentro da sessão ’Debaixo do Mar’. Ele apresentou a ‘Evolução no Atlântico Sul: Explorando modelos para compartilhar a capacidade de cabos submarinos’, junto com Heidi Morgan e Len Lotz, do projeto AmLight dos EUA e da rede TENET da África do Sul, respetivamente. Neste trabalho, foi descrita a nova colaboração entre as entidades dos autores para viabilizar uma rota transatlântica mais curta para dados entre EUA e Brasil de um lado do oceano, e África do Sul, do outro, depois da ativação recente do cabo submarino, SACS, entre Fortaleza no Ceará e Luanda na Angola. A RNP pode receber tráfego dos EUA pelo cabo Monet, de usuários no Brasil ou em outros países latino-americanos, e os transfere para Luanda por meio do SACS. De Luanda os dados são enviados para África do Sul pelo cabo WACS (West Africa Cable System).

“Antes da implantação do cabo SACS, dados entre Brasil e África do Sul passavam pelos EUA e Europa. A nova rota é bem mais curta, reduzindo para 29% o tempo gasto em trânsito de dados entre Fortaleza e África do Sul, e em 37% entre São Paulo e África do Sul, tornando mais eficiente a comunicação”, destacou Stanton.

Cooperação Brasil-Suíça

A RNP e a rede acadêmica da Suíça, Switch, estão em contato para trocar conhecimentos e experiências sobre marketplace para oferta de serviços em nuvem: o NasNuvens da RNP, que está em fase de desenvolvimento, e a SWITCHhub suíça, já em produção. Para formalizar essa cooperação, representantes da RNP e da Switch deram encaminhamento, durante o TNC19, no processo de assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) entre as instituições. Este MoU tem como objetivo a colaboração e o desenvolvimento de aplicações e tecnologias, com ênfase em ofertas em nuvem, já que ambas utilizam a plataforma para gerenciamento de nuvem Jamcracker como base para o marketplace. 

Pôsteres

A RNP também contou com dois pôsteres no evento:

CloudNEXT: ambiente para experimentação de novas arquiteturas, plataformas e aplicações em computação em nuvem, com acesso direto ao hardware da infraestrutura.

Iguassu: novo serviço de computação de alta vazão para e-Ciência.

Para mais informações e as palestras completas acesse o link.