RNP ativa trecho em altíssima velocidade entre Maranhão e Piauí

- 25/06/2021

A RNP ativou um novo trecho em altíssima velocidade da rede acadêmica nacional, a rede Ipê, entre os estados do Maranhão e do Piauí. O enlace, que opera em velocidade de 100 Gb/s, é uma das entregas dentro do acordo de cooperação técnica firmado com a Telebras, em maio deste ano, para o compartilhamento de infraestrutura.

O acordo estabelece o compartilhamento de infraestrutura da Telebras, através de investimentos da RNP em trechos de seu interesse. A expectativa é que, nos próximos meses, sejam ativados novos trechos em altíssima velocidade entre Maranhão e Distrito Federal, Pará e Tocantins e Tocantins e Distrito Federal.

Este acordo é uma das estratégias adotadas para a implantação da Nova Geração da Rede Ipê, que a coloca no patamar das redes mais avançadas do mundo. As principais mudanças são a disponibilidade de uma infraestrutura própria, ou seja, ter o direito de uso sobre espectro, ou fração deste, em longo prazo, normalmente até o fim da vida útil da fibra óptica, com um potencial quase que ilimitado de crescimento, que torna a rede Ipê uma infraestrutura escalável, a partir da velocidade inicial de 100 Gb/s.

Para o diretor de Engenharia e Operações da RNP, Eduardo Grizendi, "além de fazer parte da nova geração da rede Ipê, com todas as expectativas sobre a capacidade e escalabilidade, ele é o início da integração dos anéis Nordeste e Norte desta nova geração".

Os novos trechos terrestres ativados em alta velocidade da rede Ipê também são estratégicos e se juntam para atender às necessidades de interconectividade de longo prazo das comunidades de pesquisa e educação europeias e latino-americanas, dentro do projeto BELLA (Building the Europe Link to Latin America).

Parceria RNP e Telebras

A cooperação entre RNP e Telebras, empresa estatal de telecomunicações vinculada ao Ministério das Comunicações, vêm de longa data, com destaque para o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), em 2013, que resultou na conexão de localidades no interior em alta velocidade e beneficiou institutos federais de ensino e pesquisa. 
 

;