Projetos da cooperação internacional RNP-NSF em Segurança Cibernética são apresentados no SBSeg

Os cinco projetos aprovados na Chamada Conjunta RNP-NSF foram destaque no Workshop de Cooperação Internacional em Segurança Cibernética (WCISC), realizado no dia 9/11, em Brasília, junto ao Simpósio Brasileiro em Segurança da Informação e de Sistemas Computacionais (SBSeg), organizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). O workshop foi uma ação do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação (CTIC/RNP), com o objetivo de ressaltar a parceria da RNP com a National Science Foundation (NSF) dos Estados Unidos e dar visibilidade a essas iniciativas junto ao público do SBSeg, formado por pesquisadores e profissionais brasileiros atuantes nessa área.

Na abertura do evento, o representante do Ministério de Ciência, Tecnologia, Informações e Comunicações (MCTIC) Ciro Eduardo Ferreira destacou o tema segurança cibernética como um dos pilares da estratégia digital brasileira, e a cooperação internacional tem sido um dos meios para potencializar as pesquisas nessa área. A parceria acontece com países considerados estratégicos e a NSF é uma das instituições mais importantes no apoio à pesquisa básica no tema.

Dois projetos selecionados na chamada RNP-NSF se propõem a estudar a segurança cibernética no contexto da Internet das Coisas. O HealthSense, por exemplo, promete desenvolver uma solução para que dados obtidos por sensores corporais não sejam obtidos por terceiros sem o consentimento do usuário. Já o IoT-Flows pretende aprimorar a proteção de equipamentos por meio da identificação de tráfego malicioso e seu tratamento pelo uso de políticas de fluxo.

Representantes das iniciativas da área de Redes de Computadores também estiveram no evento e destacaram as diferentes formas para identificar tráfego anômalo em redes, a utilização de redes definidas por software, além do desenvolvimento de uma rede segura e isolada para realização de testes com diferentes tipos de ataques e soluções de defesas. Tais temas foram propostos em conjunto com parceiros americanos, e, portanto, é de interesse e expertise de ambos.

Os projetos iniciaram suas atividades em setembro deste ano e terão duração total de 24 meses. “Ao longo do desenvolvimento dos projetos, pretende-se ampliar a cooperação por meio de workshops, para divulgar os resultados, e promover uma agenda conjunta, que poderá fortalecer ainda mais essa cooperação, além de prospectar temas e interessados em novas chamadas”, explica o coordenador de P&D do CTIC/RNP, Wanderson Paim.

Demonstração interativa

O CTIC/RNP disponibilizou um totem com um mapa interativo dos projetos de suas cooperações, inclusive com a NSF. Os interessados puderam navegar entre as iniciativas para conhecer seus objetivos, a abrangência de suas ações no mundo e as instituições envolvidas. Esta demonstração foi conduzida pelos representantes do CTIC/RNP Paula Silva e Marcelo Marotta.

Clique aqui para acessar a plataforma.