Novos aplicativos estão disponíveis para comunidade de usuários do SAGE2

Foto: SAGE2 instalado em 4 TVs full HD, com imagem do Google Maps.

Após o lançamento de uma chamada para expandir as funcionalidades do Painel de Colaboração e Visualização, serviço avançado de videocolaboração da RNP, os novos aplicativos desenvolvidos pelas equipes selecionadas já estão disponíveis para a comunidade de usuários, na app store do software SAGE2.

Business Model Canvas

O Business Model Canvas, desenvolvido pela Universidade Federal Fluminense (UFF), é útil para auxiliar na construção colaborativa de canvas para modelos de negócio.

Molecules Maker

Desenvolvido pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, o Molecules Maker tem aplicação direta no ensino de química e facilita a visualização de dados para a construção colaborativa de cadeias de moléculas.

NetTopology

O aplicativo, também desenvolvido por um aluno da UFF, tem a proposta de auxiliar discussões técnicas que envolvam construção de topologia de redes.

A seleção das propostas foi realizada por um comitê composto por representantes da área de P&D da RNP. Como requisitos, as instituições interessadas deveriam estar conectadas à rede acadêmica, a rede Ipê, e ter um Painel de Visualização e Colaboração ou Multipresença instalados. A RNP financiou a participação de um aluno de graduação por aplicativo, com o prazo de três meses para concluir o desenvolvimento. Todos os aplicativos estão publicamente disponíveis em versão BETA.

Sobre o Painel de Colaboração e Visualização

O Painel de Colaboração e Visualização da RNP visa fomentar atividades colaborativas de ensino, pesquisa e comunicação entre instituições brasileiras, pelo uso do middleware SAGE2 (Scalable Amplified Group Environment). Atualmente, o SAGE2 está instalado em 11 instituições brasileiras, em um total de 13 painéis.

O middleware SAGE2, desenvolvido pelas universidades de Illinois e do Havaí (EUA), provê um ambiente colaborativo que permite a usuários locais e remotos acessarem, visualizarem e compartilharem múltiplos conteúdos via rede IP. A interação é controlada por meio de um browser (Chrome ou Firefox) executado em notebooks, smartphones e tablets. Painéis de instituições parceiras podem ser interligados, para permitir o espelhamento de conteúdo.