Metaverso será um dos temas discutidos no WRNP 2022

Assunto em alta no momento, o metaverso está presente na programação do 23º Workshop
RNP
. O espaço que promete combinar as realidades virtual e aumentada será
discutido no painel “Rumo ao Metaverso: Definições e Oportunidades”, com participação de
Esteban Clua (UFF), Silvio Meira (TDS.company) e Thiago Savoldi (Restoque S/A). A
discussão será no primeiro dia do evento, 23 de maio, às 16h, e terá mediação de Felipe
Nascimento, analista de inovação e líder do Grupo de Estudos sobre o Metaverso da Rede
Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

“O metaverso não é um conceito necessariamente novo, mas é um assunto que voltou com
muita força na comunidade empreendedora e está em alta no ecossistema de inovação. Eu
o classifico como um momento da nossa vida em que o lado digital será mais integrado ao
lado real e físico”, explicou Nascimento. Segundo ele, esse novo momento criará também a
necessidade de novos dispositivos e melhor qualidade de rede móvel para sustentar
aplicações e experiências em realidade virtual e realidade aumentada com apoio de
inteligência artificial.

Cientista-chefe da TDS.company e professor extraordinário da CESAR.school, Silvio Meira
atua na área de engenharia de software, transformação digital, novos negócios e educação
e tem mais de 25 anos de experiências práticas e teóricas com inovação. Recentemente
publicou o texto “Definindo o Metaverso” e, em entrevista para a jornalista Rosário de
Pompéia, esclareceu que “o metaverso é ‘figital’ por definição, ou seja, as dimensões digitais
e sociais se juntam com a dimensão física e criam um ambiente ‘figital’, onde tudo
acontece”.

Para ele, é como se o digital e social encapsulassem e passassem a servir de malha que
conecta, relaciona e possibilita as conexões, relacionamentos e interações no espaço
“figital”, incluindo o mundo físico. “E é esse universo físico que pode ser estendido,
aumentado, modificado ou restringido pelo digital. O metaverso é essa combinação de
abstrair e ir para um próximo nível (meta), onde há coisas e agentes, no virtual, que podem
afetar o universo concreto… e vice-versa”, completou Meira.

Também participam do debate Esteban Clua, coordenador geral do UFF Medialab, além de
representante para o Brasil do Technical Committee de Entretenimento Digital da
International Federation of Information Processing (IFIP), e Thiago Savoldi, gerente de
Crescimento, Inovação e Estratégia de Negócios na Restoque S/A, especialista em
inovação pela ESPM e em estratégia de negócios pela University of Virginia e que atua com
foco em Inovação e trilha os caminhos do marketing no Metaverso, Games e NFTs.

“Estamos em um momento de construção do metaverso e a RNP está acompanhando de
perto o que as grandes empresas estão propondo para esse novo cenário. Nosso objetivo é
disseminar esse conhecimento para a audiência super qualificada do WRNP”, disse
Nascimento.

Inscrições para 23º WRNP estão abertas

A 23ª edição do WRNP aborda ainda outros temas atuais, como chip neutro, tecnologias
quânticas e deep techs, além de um painel conjunto com o Simpósio Brasileiro de Redes de
Computadores e Sistemas Distribuídos (SBRC): ‘Transformação digital acelerada e
aumento dos riscos de ataques cibernéticos: como preparar a força de trabalho para estes
desafios?’ Para conferir a programação completa do evento, clique aqui. As inscrições estão
abertas e podem ser feitas neste link.

O Workshop RNP é um evento gratuito e, pelo terceiro ano seguido, será realizado online.
Voltado para pesquisadores, professores, estudantes de graduação e pós-graduação, além
de profissionais de TI e inovação, o WRNP ocorre ​​em paralelo ao Simpósio Brasileiro de
Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (SBRC), organizado anualmente pela
Sociedade Brasileira de Computação (SBC).

;