Livro sobre a história da internet é lançado no Brasil

- 06/12/2019

‘‘Disseram ao Jô Soares que eu conhecia tudo sobre Internet; a primeira pergunta que ele me fez: ‘Você conhece tudo sobre Internet?’ E eu respondi ‘Não; ninguém conhece tudo sobre Internet’. E o nível de perguntas era assim: ‘O que é a Internet?’ ‘Pra que que isso serve?’ Caí na besteira de levar um computador para mostrar a navegação na hora. Foi um desastre. Como não tinha conexão no estúdio, salvamos uma navegação prévia, offline, gravada em disco, e eu combinei com a produção do Jô Soares: ´Olha, ele pode visitar o Louvre e esses links aqui, mas não inventa de navegar na Internet, porque nós vamos estar desconectados na hora da gravação´. E o que ele fez? ´Entra por aqui, clica ali…´ ´Jô, não tá conectado; isso é só uma demonstração. Pra navegar precisa de uma conexão...´ Ficou um negócio meio esquisito. Foi inexperiência minha; não se pode fazer esse tipo de coisa ao vivo. Imagina, sem edição! E depois de mim vinha o Zeca Pagodinho; dá pra imaginar o clima’’. 

O trecho acima faz parte do livro “Pássaros Voam em Bando”, escrito pela jornalista e escritora Márcia Dementshuk em parceria com o físico e empresário Percival Henriques. Histórias como esta, contada por Ivan Moura Campos, pioneiro da internet que participou do programa Jô Soares “11 e Meia” em meados dos anos 90, lembram que a presença hoje constante da tecnologia era causa de grande estranhamento naquele momento.

A vontade de registrar os fatos nasceu em agosto de 2014; Márcia entrevistou Demi Getschko, cientista da computação e um dos pioneiros da Internet no Brasil, e tomou conhecimento de histórias incríveis sobre os primórdios da rede. A escritora saiu do encontro disposta a saber mais, e para isso procurou o físico e empresário Percival Henriques. Toda essa motivação deu início ao livro “Pássaros Voam em Bando”, um recorte tecnológico da história da Internet no Brasil do século 18 ao século 21.

Ao longo de 2015, a jornalista consultou teses, dissertações, periódicos e artigos sobre a democratização da internet. Entre 2016 e 2017, Márcia e Percival entrevistaram os pioneiros da tecnologia e conheceram Michael Stanton, cientista de redes e ex-diretor da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi integrado à produção do livro e auxiliou na idealização do material. 

Feito todo o processo de pesquisa e análise, o livro foi finalmente produzido e, a partir do apoio do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), será distribuído gratuitamente para bibliotecas das universidades públicas e instituições envolvidas com a construção da internet no Brasil. A RNP assumiu a entrega dos livros para os coordenadores dos seus Pontos de Presença (PoPs) e a Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid) oferecerá, em breve, edições para venda. 

Sobre o livro

Não seria possível contar a história da internet sem falar em computadores. No Brasil, há uma peculiaridade na história do desenvolvimento tecnológico - o período de importação (década de 1960) e o da reserva de mercado, durante a Ditadura Militar, além do monopólio nas telecomunicações exercido pela Embratel. O livro conta a história da construção da Internet no Brasil relacionando os contextos políticos, culturais, econômicos e, principalmente, técnicos. A produção também traça as primeiras conexões - individuais e acadêmicas - e a abertura comercial a partir do backbone da rede acadêmica (RNP) até o NET Mundial, onde se deu a assinatura do Marco Civil da Internet no Brasil. É uma leitura importante para todos os amantes da história. 

Para mais informações, e vendas acesse o site da editora Anid.

Acesse a versão gratuita em PDF.


 

;