Rumo a mais agilidade, segurança e economia: Instituições passam por processo de implantação do Diploma Digital

- 24/06/2021

As pilhas de papel sobre as mesas das Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras estão com os dias contados! Na empreitada que o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, caracteriza como um “novo tempo de inovação e transformação digital” na educação, o Diploma Digital é uma das soluções desenvolvidas pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) que prometem modernizar os processos de emissão de documentos e dispensar a emissão e arquivamento de documentos de papel, com mais segurança, mais agilidade, menos burocracia e menor custo.

Até o fim de 2021, todas as IES do sistema federal deverão gerar diplomas de graduação em formato digital. Nos bastidores da trajetória de transição até o futuro próximo ideal, 96 instituições estão em processo de implantação de mãos dadas com a RNP, que oferta materiais de apoio, treinamentos e reuniões tira-dúvidas; desenvolve um validador de assinaturas; e é responsável por todo o controle da adesão das IES ao serviço.

Painel de controle:

96 de 163 instituições aderiram ao Diploma Digital

Em dezembro de 2020, o lançamento do Serviço de Emissão de Diploma Digital e do Portal Validador Nacional pelo Ministério da Educação (MEC), deu início a largada do processo de transição para todas as universidades e instituições de Educação Profissional e Tecnológica federais, que devem adequar e integrar seus sistemas acadêmicos à solução. Com condução da RNP, o processo de implementação foi custeado pelo MEC. Outra entrega da RNP ao Ministério foi o desenvolvimento de dois ambientes eletrônicos: o Portal de Validação Nacional, para armazenamento, consulta e autenticação de diplomas digitais emitidos pelas IES e integrados à solução; e o Portal para Visualização de Históricos Acadêmicos.

Por que aderir ao Diploma Digital?

Por que aderir ao Diploma Digital?

A solução desenvolvida pela RNP e fomentada pelo MEC permite gerar, registrar, autenticar e preservar a versão digital de diplomas acadêmicos, em conformidade com as normas do Ministério e registrados em blockchain.

Mais agilidade 
Parte de um programa de revolução digital do ensino no Brasil, o Diploma Digital objetiva modernizar os processos de emissão e registro dos diplomas de graduação e dispensa a emissão e arquivamento de documentos de papel. Em menor tempo, o documento digital chega às “mãos” dos estudantes, que acessam seu diploma virtualmente, com mais facilidade para consultar, carregar e fazer uso de forma geral.

Mais economia
Contratada em larga escala para todas as IES pelo Ministério da Educação, a solução gera economia aos cofres públicos e tem menor custo na geração dos diplomas digitais, em comparação às versões impressas.

Mais segurança
Os  diplomas digitais, registrados em blockchain, contam com certificação digital com controles de segurança, como assinatura digital ICP Brasil e carimbo de tempo. Com essas tecnologias aplicadas, a autenticidade dos diplomas é assegurada e a integridade e interoperabilidade dos dados é garantida. A consulta dos documentos gerados é simples, o que atesta a legitimidade, evita falsificações, minimiza a ocorrência de fraudes e proporciona maior transparência. Após a emissão, o diploma digital é guardado com segurança em múltiplas réplicas em repositórios sincronizados para preservação digital, na instituição emissora e no repositório em nuvem do MEC.

O que as instituições dizem sobre a solução?

O que as instituições dizem sobre o Diploma Digital?

 

Se a sua instituição ainda não aderiu ao Diploma Digital, fale conosco em atendimento@rnp.br para implantar a solução na sua IES.

;