GÉANT e RedCLARA anunciam assinatura do contrato BELLA para 25 anos de conectividade transatlântica direta

GÉANT, a principal colaboração europeia em ciberinfraestrutura e serviços para pesquisa e educação (P&E), e a RedCLARA, a rede de P&E da América Latina, anunciaram hoje a assinatura com a EllaLink de um contrato de Direito de Uso Irrevogável (IRU) de espectro num cabo submarino que conecta diretamente a Europa e a América Latina.

Licitado em nome do Consórcio BELLA, o IRU de BELLA atenderá as necessidades de compartilhamento e colaboração transatlânticos das comunidades de P&E da Europa e da América Latina pelos próximos 25 anos em áreas como astronomia, física de partículas e observação da Terra. Financiado pela União Europeia (UE) e a comunidade de Redes Nacionais de P&E da América Latina, o IRU representa um elemento financeiro fundamental na construção do cabo EllaLink, que deve estar operacional até o final de 2020.

GÉANT e RedCLARA foram interconectadas pela primeira vez em 2004, como parte do projeto ALICE, financiado pela União Europeia em apoio a colaboração acadêmica e científica entre os dois continentes. Desde então, a capacidade da interconexão aumentou em mais de 16 vezes, passando de 622 Mb/s para os atuais 10 Gb/s. No entanto, não há um cabo submarino capaz de suportar as necessidades de dados de P&E entre a Europa e a América Latina, o que limita a capacidade e a relação custo-benefício.

Com o espectro do cabo EllaLink, porém, o tráfego de P&E fluirá diretamente entre os dois continentes, não só reduzindo a latência em até 60% e melhorando a proteção dos dados, mas também oferecendo conectividade de bom custo-benefício e, o mais importante, escalável, a capacidades maiores do que as possíveis anteriormente.

A necessidade da escalabilidade da conectividade foi destacada recentemente por descobertas extremamente interessantes na área da astronomia, parte importante da comunidade de pesquisa da América Latina, tais como a fusão de duas estrelas de nêutrons (conhecidas como 'Quilonova') e a detecção do “Oumuamua”, o asteroide mais alongado já descoberto pela ciência e que fez necessária a colaboração envolvendo infraestruturas e cientistas da Europa e da América Latina.

Tais colaborações entre os dois continentes estão prestes a se expandir substancialmente nos próximos anos, e com programas como o Copernicus, o programa da UE de observação da Terra, a importância da conectividade do BELLA só vai aumentar.

Erik Huizer, CEO (Diretor Executivo) da GÉANT, declarou: “Estou muito feliz em ver a culminação do trabalho com nossos colegas do Consórcio BELLA refletida na assinatura do contrato BELLA com a EllaLink. Conseguir espectro em um cabo submarino intercontinental, que podemos iluminar e atualizar com nossos parceiros da América Latina de acordo com os requisitos de conectividade para P&E, é um modelo totalmente novo para nossas conexões internacionais e nos proporcionará a flexibilidade e a relação custo-benefício de que precisamos para atender as necessidades dos nossos usuários. Será empolgante acompanhar de perto a implantação de um cabo submarino, e esperamos ansiosamente observar pela primeira vez a troca de bits entre a GÉANT e a RedCLARA por um caminho físico direto entre os dois continentes em 2020”.

Luis Eliécer Cadenas, Diretor Executivo da RedCLARA e Co-Presidente do Consórcio BELLA, disse: “Este marco é uma conquista fundamental para a comunidade de P&E da América Latina. Estamos abrindo um canal direto de colaboração com a Europa, garantindo segurança e qualidade de serviço para as muitas aplicações científicas e educacionais que esperamos oferecer. A RedCLARA está empenhada na construção de uma infraestrutura de comunicação de dados para P&E que fomentará o desenvolvimento regional. O cabo submarino BELLA é o primeiro passo em direção a esse objetivo”.

Fernando Liello, da rede italiana de pesquisa e educação (GARR), co-Presidente do Consórcio BELLA e antigo coordenador do estudo de viabilidade que levou ao programa BELLA, comentou: “Este marco é o primeiro passo importante para a conclusão de esforços de vários anos de um grande grupo de pessoas, unidas pela visão de uma interação mais próxima e mais eficiente entre as comunidades de pesquisa da Europa e da América Latina. Essa conexão vai fortalecer os muitos laços históricos, sociais e de pesquisa científica que já existem entre as comunidades europeias e latino-americanas. Apesar da sua importância, essa conquista é apenas o primeiro passo no caminho estratégico do programa BELLA, cujo objetivo final é acabar com a desigualdade digital entre as duas regiões.

Sobre o BELLA

O projeto BELLA (Building the Europe Link with Latin America) atende as necessidades de interconectividade de longo prazo entre as comunidades de pesquisa e educação da Europa e da América Latina através da licitação e contratação do Direito de Uso Irrevogável (IRU) de espectro de um cabo submarino direto entre as duas regiões e da implantação de uma rede de pesquisa e educação com capacidade escalável de múltiplos de 100 Gb/s por toda a América Latina.

O BELLA é implementado por um Consórcio das Redes Regionais de P&E GÉANT (Europa) e RedCLARA (América Latina), e das Redes Nacionais de P&E do Brasil, Chile, Colômbia, Equador, França, Alemanha, Itália, Portugal e Espanha. O BELLA é financiado pela Comissão Europeia (DG-CONNECT, DG-DEVCO e DG-GROWTH) e pelas redes nacionais de P&E da América Latina.

Para obter mais informações, visite www.bella-programme.eu.

Sobre a GÉANT

A GÉANT é a maior colaboração europeia de redes, incluindo  infraestrutura e serviços relacionados, para beneficiar a P&E, contribuindo para o crescimento econômico e competitividade da Europa. A organização desenvolve, entrega e promove serviços avançados de rede e ciberinfraestrutura associada, e apoia a inovação e o compartilhamento de conhecimento entre seus membros, parceiros e toda a comunidade de redes de P&E. 

Para obter mais informações, visite www.geant.org.

Sobre a RedCLARA

A RedCLARA é a Rede de P&E da América Latina, líder e promotor regional de colaboração e desenvolvimento em educação, ciência e inovação por meio de sua infraestrutura e serviços destinados às necessidades da sua comunidade. A RedCLARA oferece interconexões regionais e conexões globais através de seus enlaces internacionais, e promove o desenvolvimento de ferramentas, serviços e projetos de pesquisa para fortalecer o desenvolvimento científico e educacional na região, bem como a colaboração entre instituições latino-americanos de P&E, e entre estas da América Latina e do resto do mundo, com uma ênfase importante em regiões menos desenvolvidas.

Para mais informações, visite: www.redclara.net.

Sobre o EllaLink

O EllaLink é um sistema avançado de cabos submarinos, oferecendo conectividade segura de alta capacidade por meio de uma rota transatlântica única de baixa latência, que liga o Brasil e a Europa, conectando os grandes polos de São Paulo e Fortaleza a Lisboa e Madri.

O sistema EllaLink está sendo construído pela Alcatel Submarine Networks e fará parte da nova geração de cabos submarinos de tecnologia coerente, oferecendo inicialmente 72 Tb/s de capacidade usando 4 pares de fibras. O cabo submarino do EllaLink conectará Praia Grande, SP, e Fortaleza, no Brasil, a Sines em Portugal, e deverá entrar em serviço em 2020.

Para mais informações, visite www.ella.link ou escreva para info@ella.link.