Evento marca o lançamento da telessaúde em Moçambique

No dia 18/6, foi realizado o evento de lançamento oficial da Telessáude em Moçambique (Telessaúde MZ). O programa do Ministério da Saúde de Moçambique (Misau) fornece apoio a distância para profissionais de saúde em toda extensão do país africano, ajudando na prestação de serviços, com prioridade aos cuidados de saúde primários. A Rute (RNP) foi representada pelo gerente de Inovação de Comunidades de Saúde, dr. Paulo Lopes, que participou via videoconferência acompanhado de representantes do Telessaúde RS-UFRGS

De Moçambique, estavam presentes representantes do Centro de Saúde Ancuabe e dos Hospitais de Gurué, Xai Xai, Pemba e Nampula, além do Vice-ministro da Saúde de Moçambique, dr. João Leopoldo da Costa, da dra. Bernardina Gonçalves e do dr. Lourino Chemane.

“Muito importante esse lançamento do programa Telessaúde MZ, tanto para o povo moçambicano, quanto para a Telessaúde da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), reforçando o conjunto de países que têm programas nacionais de Telessaúde. Este lançamento torna viável, respeitando o fuso horário de seis horas, a participação de profissionais de saúde de instituições de saúde de Moçambique nos mais de 50 SIGs da Rute, e futuramente, a adesão à mesma, além da proposição de projetos comuns entre Brasil e Moçambique. Finalizamos, reforçando, a exemplo do Brasil, uma integração do Misau com a rede acadêmica (MoRENet), por meio do dr. Lourino, do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) de Moçambique, para acelerar o programa”, afirmou o dr. Paulo Lopes, da Rute.

No mesmo dia, pela tarde, a RNP-Brasília recebeu uma delegação do MCT de Moçambique e foi realizada, via webconferência, uma reunião com Paulo Lopes e o coordenador nacional da Rute, Luiz Ary Messina, que participaram da sede da Associação Paulista de Medicina. A oportunidade foi usada para apresentar a Rute e os esforços junto ao Ministério da Saúde do Brasil, na atual presidência da CPLP, no desenvolvimento da cooperação dos representantes do Grupo de Trabalho Permanente de Telessaúde da CPLP. 

Crédito foto: Núcleo de Telessaúde da UFRGS.