CPLP consolida cooperação em Telessaúde e Telemedicina durante Portugal eHealth Summit

- 23/03/2018

Foi realizado, entre os dias 20 e 23/3, a 2ª edição do Portugal eHealth Summit, no PT Meeting Center, em Lisboa. O evento serviu para a articulação e consolidação do Grupo de Trabalho Permanente de Telemedicina e Telessaúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O coordenador nacional da Rute (Rede Universitária de Telemedicina), Luiz Ary Messina, palestrou sobre as intenções da cooperação em telessaúde da CPLP.

“Prosseguimos, dessa forma, fortalecendo o Grupo de Trabalho Permanente de Telemedicina e Telessaúde da CPLP. Contamos com a participação do Ministério da Saúde de Portugal, por meio da presença da Micaela Monteiro, do Instituito de Higiene de Medicina Troplical (IMHT), representado pelo professor Luís Lapão, do Ministério da Saúde de Cabo Verde, com a presença da Vanda Azevedo e do professor português Eduardo Castela, referência nessa comunicação da telessaúde entre Portugal e os países africanos de Língua Portuguesa”, contou Messina.

O Portugal eHealth Summit é o maior evento de Portugal na área de telessaúde e telemedicina e reúne cerca de 1.500 participantes presenciais por dia e milhares de espectadores remotos espalhados pelo mundo.

A CPLP é uma organização internacional criada em 1996 para cooperação entre países que falam a língua portuguesa. Atualmente, nove nações constituem a comunidade: Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Timor Leste e São Tomé e Príncipe.

Em setembro de 2017, foi realizada a I Reunião de Telemedicina e Telessaúde da CPLP, que teve como objetivo garantir que todos os países integrantes implementassem a telemedicina e a telessaúde. No evento, foi elaborado o plano de trabalho para o “Roteiro Estratégico de Implantação do Telessaúde nos Países de Língua Portuguesa", que resultou na criação do Grupo de Trabalho Permanente de Telemedicina e Telessaúde.

;