Cinemas em Rede exibe o longa “Baile Perfumado’’, símbolo de resistência e retomada do cinema nacional

O projeto Cinemas em Rede exibe, no mês de junho, o longa-metragem Baile Perfumado, da direção conjunta de Paulo Caldas e Lirio Ferreira. A exibição, com data marcada para o dia 21 de junho (quinta-feira) às 19 horas, acontecerá simultaneamente nas salas de cinema de cinco instituições federais brasileiras.

O longa desvenda os trabalhos do único dono de imagens autorizadas do cangaceiro Lampião, o fotógrafo e documentarista Benjamin Abrahão. Homem de confiança de Padre Cícero, Benjamin vivia junto ao bando e registrava as ações do grupo, no intuito de produzir um filme sobre a vida do cangaceiro e seus comparsas. O material filmado é de 1936 e no filme, 60 anos depois, essas imagens possibilitam a revisitação do sertão nordestino.

O filme celebra a resistência do cinema nacional, após a retomada de produções brasileiras em 1995, após cinco anos da extinção da Embrafilme. Baile Perfumado também é o primeiro longa-metragem feito em Pernambuco, depois de quase 20 anos sem nenhuma produção cinematográfica no estado. A obra está na lista dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos, segundo a Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e foi vencedora do prêmio de melhor filme do Festival de Brasília, em 1996.

Após a sessão, os diretores Paulo Caldas e Lirio Ferreira, e o diretor de produção Cláudio Assis, vão participar de um debate sobre o filme e sobre o chamado “cinema de retomada". Conectada pelo Cinemas em Rede, a transmissão do filme e do debate será feita para as seguintes salas: Cine Arte UFF (Universidade Federal Fluminense), Cinema da UFBA (Universidade Federal da Bahia), Cine UFG (Universidade Federal de Goiás), Sala Redenção (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e Cine UFPel (Universidade de Pelotas).

A transmissão é fruto do projeto Cinemas em Rede, uma cooperação entre a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e o Ministério da Cultura (MinC) que conecta os cinemas universitários e exibidores à infraestrutura de redes operada pela RNP, facilitando, assim, o acesso e o intercâmbio de conteúdos para as salas.

Saiba mais sobre o Cinemas em Rede: http://www.cinemasemrede.rnp.br