Cinemas em Rede exibe documentário sobre jornalismo independente no Brasil

O projeto Cinemas em Rede apresenta, este mês, o documentário “Abaixando a Máquina 2 - No limite da linha”, do diretor uruguaio Guillermo Planel. O longa traz uma análise sobre discurso midiático durante as manifestações populares no Brasil em 2013. O filme suscita uma discussão sobre a crise do jornalismo tradicional e o fortalecimento da mídia alternativa. Um dos casos mais marcantes dos protestos foi a morte do cinegrafista Santiago Andrade, da TV Band, atingido por um rojão disparado entre os manifestantes. A exibição será nos dias 14, 16 e 19/9, às 19h, em diversas universidades públicas do país. A entrada é gratuita.

Segundo o diretor do filme, os atos de 2013 democratizaram o acesso à informação no país. “Com o fortalecimento da mídia alternativa, que começou com a Mídia Ninja e se espalhou com diversos coletivos que nasceram, cresceram e se fortaleceram na internet, o jornalismo tradicional começou a incorporar ferramentas como o streaming,  já popular entre os ‘veículos independentes’, para conceber uma nova forma de informar”, comenta.

O documentário mostra a análise de jornalistas, manifestantes, políticos e outros personagens que vivenciaram os fatos, com suas questões profissionais e pessoais, em um momento histórico no cenário democrático brasileiro. “O filme mostra várias vertentes e diferentes olhares da mesma situação. Busquei chocar diversas opiniões, algumas até geram desconforto no público e esse é mesmo o intuito, o de gerar reflexão”, explica o diretor.

Após a exibição do dia 14 de setembro, será promovido um debate com o cineasta Guillermo Planel e o fotógrafo Domingos Peixoto, no Cine Arte da Universidade Federal Fluminense (UFF) e transmitido para as outras salas pelo serviço de Conferência Web da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa. Além da UFF, participam outras seis instituições conectadas pelo Cinemas em Rede: Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A transmissão é fruto do programa Cinemas em Rede, uma cooperação entre a RNP e o Ministério da Cultura (MinC) que visa conectar os cinemas universitários e exibidores à rede acadêmica, facilitando, assim, o acesso e o intercâmbio de conteúdos.

Saiba mais sobre o Cinemas em Rede.