Cerimônia celebra cooperação entre os dois países

No dia 15/12, o auditório do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) sediou a cerimônia de entrega de diplomas da Escola Superior de Redes (ESR) aos alunos moçambicanos, que são professores e técnicos de TI em seus respectivos países. A iniciativa é uma das entregas da cooperação entre a brasileira Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e sua congênere em Moçambique, a MoRENet.

“Estamos festejando cinco anos de cooperação. Nesse caminho, foi muito inteligente escolher os eixos de governança, capacitação de recursos humanos em TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) e o intercâmbio técnico-operacional. Hoje, a MoRENet é uma realidade vibrante, que leva internet a 59 universidades, 33 centros de investigação, além de escolas técnicas”, afirmou o diretor-geral da RNP, Nelson Simões.

“Saímos com a bagagem cheia, cientes do que devemos dar continuidade”, declarou o Secretário Permanente do Ministério da Ciência, Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional (MCTESTP) do país africano, Celso Laice. “Mas não basta ter a melhor tecnologia, precisamos dos homens e mulheres certos. São vocês, no exercício de vossas funções, que constituem os agentes da mudança que estamos a construir”, completou Laice, dirigindo-se aos formandos.

Para o representante da turma de 24 alunos, Nelio Manuel Duvane, o grupo está “rico de conhecimentos teóricos e práticos”. “Esses três meses permitiu-nos absorver não só aspectos técnicos, mas socioculturais. (...) Fizemos dez dos 50 cursos da ESR, com foco em ferramentas livres, que vão nos auxiliar a implementar serviços no nosso país. Palavras nos faltam para dar adeus. Que a cooperação entre os dois países perdure, porque todo ser humano precisa aprender!”, finalizou.