Ativada rota digital acadêmica que liga EUA, Brasil e África do Sul

- 05/05/2020

A RNP, em parceria com a Universidade Internacional da Flórida (FIU) – do projeto AmLight (Americas Lightpaths), nos Estados Unidos, a RedCLARA e as Redes de Educação e Pesquisa da África do Sul (TENET & SANReN), anuncia a ativação de uma rota digital entre as Américas e a África, utilizando o cabo submarino SACS operado pela Angola Cables.

A rota, que interconecta redes científicas de Estados Unidos, África do Sul e, a partir da RNP, também da América Latina, tem como objetivo promover a colaboração entre redes científicas e acadêmicas em nível intercontinental. Com capacidade inicial de 100 Gb/s e conectada por meio dos cabos submarinos Monet, SACS e WACS, a conexão tem ponto de entroncamento na cidade de Fortaleza, onde chegam os cabos Monet e SACS, onde se situa o data center da operadora, AngoNAP, e também o primeiro ponto de tráfego acadêmico da América do Sul, operado pela RNP.

De Luanda, a conexão vai até a Cidade do Cabo, na África do Sul, utilizando outro cabo, o WACS, que contorna toda a costa da África Ocidental, chegando ao ponto de troca aberto (ZAOX) no extremo sul do país.

“A recente disponibilidade do cabo SACS de alta capacidade de Fortaleza para Angola finalmente nos forneceu uma conexão física direta com a África, que complementará nossos principais links existentes para os EUA e Europa. O nosso novo ponto de troca de tráfego acadêmico da América do Sul em Fortaleza reunirá RNP, RedClara e muitas outras redes globais de pesquisa e educação em atividades com parceiros africanos”, comenta o diretor-geral da RNP, Nelson Simões.

A ativação dessa conexão, que faz parte do projeto Americas Africa Research and eduCation Lightpaths (AARCLight), trará benefícios para as instituições e grupos de pesquisa e educação, auxiliando no desenvolvimento de vários campos de investigação das ciências, como física, astronomia e biologia.

Fonte: Amlight

© 2019 - RNP Todos os direitos reservados.   |  Conheça nossa Política de Privacidade