Amapá lança plataforma virtual que reúne produção científica do estado

Foto: Divulgação/Setec

Na última sexta-feira (6/4), o Governo do Amapá lançou a plataforma Sacaca, um ambiente virtual desenvolvido para reunir toda a produção científica e tecnológica do Estado em um único lugar. O lançamento ocorreu na Universidade do Estado do Amapá (Ueap), em Macapá. O endereço da ferramenta é plataforma.sacaca.ap.gov.br.

Na plataforma, poderão ser consultadas as informações de quem trabalha ou desenvolve pesquisas em áreas diversas do Amapá. Ela foi idealizada pela Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) em parceria com o Centro de Gestão e Tecnologia da Informação (Prodap) e contará, inicialmente, com um acervo das produções de mais de 4,6 mil pesquisadores que atuam no estado.

De acordo com o secretário de Ciência e Tecnologia, Rafael Pontes, a Plataforma Sacaca reúne as informações sobre a vida científica e acadêmica de pesquisadores, estudantes, docentes, gestores, técnicos e profissionais liberais ligados à ciência e tecnologia no Amapá.

“A Plataforma é interativa e permite a troca de dados entre empresas, universidades e instituições de ciência, tecnologia e inovação. Um dos objetivos é criar um espaço para promover o encontro das competências entre ciência e tecnologia com as demandas empresariais para inovar em produtos e processos”, frisou Pontes.

O titular da Setec também ressaltou que a ferramenta digital, coloca o Amapá na vanguarda de produtos dessa natureza diante dos outros estados do país. “Essa plataforma será pública e acessível a outros estados e instituições que quiserem fazer uso dessa ferramenta em suas regiões, uma vez que ela agregará todas as informações de conhecimento das pesquisas realizadas em âmbito estadual”, adiantou Rafael Pontes.

O ambiente será referência e servirá como ferramenta e auxílio a pesquisas para quem está realizando trabalhos científicos ou acadêmicos. Inicialmente, conta com dados de pesquisadores da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Ueap, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap), Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Secretaria de Estado da Educação (Seed).

Fonte: Setec/AP