Acordo com MCTIC vai levar banda larga a escolas e universidades de Pernambuco

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinou, nesta quarta-feira (8), um acordo de cooperação com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, para ampliar e desenvolver o backbone (rede de transporte de dados) da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) no estado. O projeto vai levar internet de alta velocidade para instituições de ensino do interior.

"É algo fundamental para que o Brasil possa não apenas recuperar sua capacidade de desenvolvimento, mas gerar conhecimento. Não há país no mundo que consiga alcançar os patamares de excelência no serviço público ou na qualidade de serviços se não investir nas instituições de ensino. A banda larga, a internet, é fundamental para se atingir esses objetivos. É um investimento muito importante para a retomada do desenvolvimento do país", disse Kassab.

A ampliação da rede beneficiará pesquisadores, professores e alunos em diversas regiões de Pernambuco. "Essa parceria vai possibilitar a expansão da rede para alcançar regiões que hoje precisam de comunicação e agilidade por meio da internet. A ação vai ajudar muito na parte educacional, na ciência e tecnologia e nos arranjos produtivos do estado", afirmou o governador Paulo Câmara.

"É um projeto estratégico e estruturante de um futuro sob o qual as tecnologias de informação e comunicação são dominantes", acrescenta a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Lúcia de Melo.

Alta performance

Organização social vinculada ao MCTIC, a RNP é responsável por levar internet de alta velocidade via fibra óptica a instituições de ensino e centros de pesquisa. Em alguns locais do Nordeste, incluindo Pernambuco, o acordo de cooperação prevê o fornecimento de 100 gigabytes por segundo, o que representa mil vezes a velocidade máxima da rede móvel (4G).

"A RNP está nesse momento implementando a nova geração do backbone a partir do Nordeste a uma taxa de 100 gigabytes por segundo. Parte dessa infraestrutura que vai ser utilizada no backbone também vai ser utilizada na interiorização para ligar grandes polos no interior de Pernambuco. Neste ano, algumas cidades do interior e instituições de ensino do estado já serão beneficiadas. A ideia é cobrir todos os principais municípios. O projeto no estado contempla desde as escolas de educação básica a instituições de pesquisa e universidades", explica o diretor-geral da RNP, Nelson Simões.

Fonte: MCTIC

Foto: Ascom/MCTIC