Edison Melo

Fotos: Equipamentos entregues para a rede UFSC em 1990: supercomputador Convex C-210 e estações de trabalho SUN Microsystems / Créditos: Blog Memória da Internet Acadêmica em Santa Catarina

Depoimento de Edison Melo

"Na realidade, a implantação da internet em Santa Catarina, em 1992, fez parte de um processo que teve início com a implantação da Bitnet na UFSC em 1989. Ela foi iniciada em fevereiro de 1992 com a instalação do PoP-SC/RNP na UFSC. Nesse período, eu era analista de TI do NPD/UFSC e responsável pela área de suporte e redes. Em maio de 1992, assumi a direção do NPD pelo período de 4 anos. No final da década de 80 e início dos anos 90, a UFSC vivia um período de intensas discussões sobre a mudança do modelo de processamento centralizado baseado em mainframe para o modelo de processamento distribuído em rede. E eu tive a oportunidade e a honra de participar da comissão que definiu este novo modelo e também da equipe responsável pela implantação primeira rede local padrão Ethernet/TCP/IP na UFSC, utilizando o cabo thick ethernet.

A primeira conexão de Santa Catarina ao backbone nacional da RNP foi realizada utilizando três circuitos assíncronos de 9,6 Kbps para conectar o PoP-SC a três outros PoPs localizados em Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro. Inicialmente, os desafios estavam associados ao processo de configuração dos equipamentos, protocolos e serviços (DNS, e-mail, ftp, telnet), tendo em vista que não se conhecia com profundidade o mundo Unix tampouco o TCP/IP e os serviços adjacentes. Em seguida, o esforço era no sentido de disseminar o uso dos serviços junto à comunidade acadêmica. Logo se percebeu que as conexões, além de possuírem baixa capacidade para a demanda que crescia rapidamente, eram extremamente instáveis gerando uma certa insatisfação nos usuários. Esta situação somente foi amenizada em 1995, quando entrou em operação o canal de 2Mbps do PoP-SC ligado ao backbone nacional. Melhorou ainda mais com a entrada de um canal de internet de 2Mbps provido pela RCT-SC (Rede Acadêmica Catarinense).

Sempre gostei muito de trabalhar com redes e, nos primórdios, o grande desafio era conectar uma nova instituição da forma que fosse possível. Conectava-se na rede do vizinho, lançando par metálico ou um enlace de rádio, ou alugando uma LPCD na capacidade que fosse possível e isso era um evento muito comemorado. Hoje, boa parte das instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina já possui algum tipo de conexão, mas continuamos comemorando muito quando conseguimos prover uma conexão capaz de atender bem sua demanda. Comemoramos também quando conseguimos alcançar um novo patamar de capacidade na rede acadêmica, assim como quando o PoP-SC se conectou ao bakbone nacional a 10 Gbps em 2011 e vamos comemorar muito os 100 Gbps quando o ativarmos em 2018. Felizmente, tive a oportunidade de trabalhar com redes na UFSC, no PoP-SC, na RCT-SC e na REMEP-FLN durante todos estes anos sem ter tido muito “tempo” para saudosismo. De qualquer forma, lembro com muito carinho e saudade da rede de pessoas, parceiros, colaboradores e visionários que dedicaram e dedicam seu tempo à promoção das redes acadêmicas em nosso estado".

Edison Melo é, atualmente, coordenador administrativo do Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina (PoP-SC). Ele participou ativamente da chegada da internet ao estado de Santa Catarina, em 1992, quando atuava como analista de TI do Núcleo de Processamento de Dados (NPD) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).