Seções
Texto

Editais

Convidamos a comunidade de pesquisa a submeter projetos inovadores para colaborar com o desenvolvimento na área de redes, incluindo suas aplicações, serviços e produtos.

Texto

Programa de Monitoramento de Redes - PMON

Texto

Programa de Monitoramento de Redes - 2015

O programa lança chamadas de propostas para que pesquisadores possam submeter projetos sobre monitoramento de redes. Os participantes devem ser ligados a organizações de ensino e pesquisa sediadas no Brasil.

Acesse o edital

Projetos selecionados

Desenvolvimento de novas técnicas de medições em redes de acesso de banda larga
Proponentes: Wladimir Cabral e Antonio Rocha

Instituição: Universidade Federal Fluminense (UFF)

Plataforma para monitoramento e análise de tráfego em uma rede de testes para avaliação de desempenho de novos protocolos e detecção de anomalias na Internet do Futuro
Proponentes: Igor Alvarenga e Otto Carlos Muniz Bandeira Duarte

Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Explorando OpenFlow para a monitoração de rede
Proponentes: Edson Baião e Cecilia Cesar

Instituição: Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA)

Serviço de transformação para correlação do resultado de medições ativas em federações de medição
Proponentes: Jéferson Nobre e Lisandro Zambenedetti Granville

Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

FIBREOSS: Um sistema de gerência unificada para o testbed do Fibre
Proponentes: Vitor Farias e Natalia Castro Fernandes

Instituição: Universidade Federal Fluminense (UFF)

Texto

Programa de Monitoramento de Redes - 2014

Acesse o Edital

Projetos selecionados

Autenticação federada de usuários nos portais de medição do serviço MonIPÊ (MonIPÊ-federado)
Orientador: Michelle Wangham (UNIVALI)

Estudante: Shirlei Chaves (IFSC)

Resumo: A arquitetura lógica da nova edição do serviço MonIPÊ é composta por diferentes domínios, sendo que diferentes kits de medições foram desenvolvidos para cada domínio. É muito importante que os usuários deste serviço se autentiquem antes de iniciarem suas medições. No serviço MonIPÊ atual, o mecanismo de autenticação de usuários segue o modelo tradicional (isolado) de gestão de identidades. O objetivo deste projeto é prover autenticação federada de usuários no Serviço MonIPê nos diferentes domínios. A solução proposta está baseada no modelo de gestão de identidades federadas e visa tornar os portais de medição em provedores de serviço (SPs) Shibboleth. A federação CAFe Expresso servirá como ambiente de testes da solução.

Avaliação da rede da RNP sob influência de grandes eventos e falhas
Orientador: Alex Borges Vieira (UFJF)

Estudante: Rodrigo Costa Duarte (UFJF)

Resumo: Neste projeto, propomos a discussão e caracterização das características da RNP durante os grandes eventos e períodos de falhas. Nosso objetivo é caracterizar o impacto de falhas no tráfego da rede, no usuário e no comportamento de aplicações. Embora haja um conjunto significativo de trabalhos de caracterização de anomalias e falhas na Internet, o conhecimento do impacto destas falhas no tráfego e no comportamento dos usuários ainda é limitada. Além disso, as características de evolução da Internet, seus usuários e aplicações proporcionam um ambiente muito atraente para a realização de estudos de medição.

Uso de estruturas de dados probabilísticas na geração de matrizes de tráfego em Redes Definidas por Software
Orientador: Rodolfo da Silva Villaça (UFES) e Magnos Martinello (UFES)

Estudante: a definir

Resumo: A maioria das tarefas de gerenciamento em Redes Definidas por Software (SDN) envolvem duas etapas: medição e controle. Enquanto muitos esforços têm sido realizados nas APIs de controle das SDN, pouca atenção tem sido dedicada à medição. O OpenSketch é uma proposta de arquitetura para medição de tráfego em SDN que separa as tarefas entre os planos de dados e de controle. A proposta pode ser implementada em comutadores gerais, de baixo custo no mercado. Em sua versão atual, o OpenSketch não suporta a geração de matrizes de tráfego, uma importante ferramenta na engenharia de tráfego das redes e a maioria das soluções de gerência de redes que trazem essa solução utiliza-se da coleta e análise dos pacotes, o que não é eficiente e nem escala em redes de alta velocidade além de ser um método invasivo. Desta forma, este projeto propõe o uso de estruturas de dados probabilísticas, como as usadas pelo OpenSketch, para medição de fluxos e geração de matrizes de tráfego nas Redes Definidas por Software.

Utilização de tecnologia par-a-par para controle autonômico distribuído em sessões de medição ativa em redes de computadores
Orientador: Lisandro Zambenedetti Granville (UFRGS)

Estudante: Jéferson Nobre (UFRGS)

Resumo: A diversidade de serviços que operam na Internet aumentou significativamente nos últimos anos. Problemas de desempenho nesses serviços causam perdas financeiras importantes. A fim de assegurar que esses problemas não ocorram, níveis de serviço precisam ser monitorados. Uma das principais técnicas para essa monitoração envolve a utilização de mecanismos para medição ativa. No entanto, esses mecanismos são custosos em termos de consumo de recursos em função da necessidade de ativação de sessões de medição. A utilização de tecnologia par-a-par para controle autonômico distribuídos dessa ativação pode auxiliar na diminuição dos recursos necessários. Neste documento propõe-se a utilização de dados da RNP para avaliar esse controle.