RNP no combate à Covid-19

- 29/05/2020

Há pouco mais de um ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretava a pandemia do novo coronavírus. De lá para cá, muita coisa mudou no Brasil e no mundo. Em um contexto emergencial, frente ao avanço da pandemia, a ciência, a tecnologia e a pesquisa ganharam protagonismo no papel de grandes aliadas da saúde.

Intrínsecos ao DNA da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), esses foram subsídios que muniram a Organização Social (OS) vinculada ao MCTI para enfrentamento da Covid-19, além de oferecer soluções para minimizar seus efeitos. Nessa força-tarefa, a RNP apoiou a comunidade acadêmica e científica brasileira, as autoridades sanitárias, os Ministérios do Brasil, bem como toda a sociedade, indiretamente impactada. Entre as principais iniciativas lideradas, com apoio ou execução da OS, estão: 

Alunos Conectados

Com salas de aula esvaziadas pela necessidade de isolamento social, o ensino remoto foi a saída encontrada para que estudantes de instituições de ensino superior da rede federal pudessem continuar estudando. Mas, para isso, seria necessário incluir digitalmente àqueles em situação de vulnerabilidade socioeconômica que não possuíam acesso à internet. O projeto do Ministério da Educação (MEC) foi criado com esse objetivo e passou a disponibilizar internet móvel gratuita para que esses estudantes tivessem mantido o direito à educação. A RNP percorreu Brasil afora e distribuiu mais de 148.370 chips a alunos de 97 universidades e institutos federais.

Conectados, mesmo à distância

O ano de 2020 foi marcado pelo aumento exponencial do uso de serviços de comunicação e colaboração por conta da necessidade de acesso remoto. Com os serviços de videocolaboração da RNP, não foi diferente. Diante da demanda crescente, o Conferência Web tornou-se uma ferramenta em apoio não apenas à realização de reuniões virtuais, mas também ao ensino remoto. 

Em março de 2020, o serviço de Conferência Web tinha uma média mensal de 63 mil usuários, com 700 usuários simultâneos na ferramenta por dia. Hoje, o serviço recebe por mês cerca de 1,3 milhões de acessos, com uma média de 10 mil usuários simultâneos por dia. No mês de setembro, o serviço foi a plataforma oficial do Fórum da Internet no Brasil (FIB10), evento de abrangência nacional promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.Br), e chegou a registrar um pico de 2,5 milhões de acessos mensais.

Infográfico 1: número de acessos por usuário
Infográfico 2: mais transmissões ao vivo
Infográfico 3: Video@RNP

Conexão às Unidades de Saúde da Família (USFs)

Em meio a pandemia, o MCTI e o Ministério da Saúde (MS) se aliaram no desafio de conectar as Unidades de Saúde da Família (USF) espalhadas pelo país ainda sem acesso à internet, no objetivo de oferecer a profissionais de saúde e gestores mais eficiência no atendimento e continuidade ao cuidado dos pacientes, em qualquer tempo e lugar. Essas unidades representam o atendimento primário à saúde e são essenciais para garantir o acesso a um serviço de qualidade à população. Conectadas, elas ainda contribuem para coleta e escoamento de dados de pacientes para os sistemas do MS.

No combate à pandemia, esse banco de dados pode subsidiar a formulação de políticas públicas, contribuir para pesquisa de medicamentos, protocolos médico-hospitalares e tratamentos adequados. Foram 1.311 USF conectadas. Outras 8.420 continuam em processo de conexão e 6.474 foram identificadas como já conectadas.

PNIPE MCTI

Em 2020, o MCTI lançou a Plataforma Nacional de Infraestrutura de Pesquisa (PNIPE) MCTI. A ferramenta desenvolvida pela RNP permite o compartilhamento da infraestrutura de pesquisa presente nas Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), ao catalogar e disponibilizar informações sobre os equipamentos e laboratórios disponíveis.

A solução tecnológica apoia o combate à pandemia não apenas por meio do impulsionamento da ciência e do desenvolvimento de novas tecnologias, mas também está disponível para contribuir com a vacinação em massa da população brasileira, liderada pelo Ministério da Saúde, ao disponibilizar ultracongeladores para armazenamento de vacinas.

Moodle

A RNP também passou a oferecer como um serviço o Moodle, um dos sistemas de gestão de aprendizagem mais utilizados no mundo, hospedado em sua nuvem acadêmica. A primeira instituição a aderir foi o Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), beneficiando mais de 20 mil alunos em atividades de Educação a Distância (EaD). 

SIG Covid-19 Brasil

A Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) criou emergencialmente o Grupo de Interesse Especial (SIG) Covid-19 Brasil, para reunir quem está na linha de frente desde o início da crise. As sessões do grupo formado por profissionais de saúde e convidados de referência têm como objetivo trocar experiências, discutir os desafios da saúde e os possíveis rumos da pandemia.

Os encontros virtuais acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, às 12h (horário de Brasília), por Conferência Web, nesta sala (clique para acessar). Acesse o site da RUTE e confira a agenda completa. 

Transformação Digital das instituições parceiras

A RNP também esteve presente na transição das instituições que precisaram levar o escritório para os lares dos colaboradores, em home office. Com o apoio da OS, instituições como Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e Serviço Geológico do Brasil (SGB - CPRM) já passavam internamente por um processo de transformação digital e, quando, a pandemia chegou inesperadamente, foi possível dar continuidade em suas atividades remotamente, com uso dos serviços de videocolaboração.

Comitê Covid

Com o objetivo de zelar pelas pessoas e seu bem-estar no ambiente de trabalho, criamos o Comitê Covid-19 para a tomada de decisões e ampliamos o home office para todos os seus colaboradores desde o dia 17/3/2020, todos os dias da semana.

Também reforçamos a importância da prevenção contra a pandemia, orientando nossos colaboradores e prestadores de serviço sobre as recomendações da Organização Mundial de Saúde. 

Fale conosco

Se sua organização é uma Instituição de Ensino e Pesquisa, Estabelecimento de Saúde com Ensino e precisa da nossa ajuda, entre em contato conosco pelo nosso Service Desk, pelo e-mail atendimento@rnp.br ou telefone/Whatsapp 0800 722 0216.

 

;