Veja o que a RNP fez pela cultura, soluções aplicadas e defesa

Veja o que a RNP fez pela cultura, soluções aplicadas e defesa

Na terceira matéria da série sobre as principais entregas da RNP aos clientes em 2018, abordaremos o que realizamos para atender as necessidades relacionadas à cultura, e às soluções aplicadas e à defesa.

Fortalecimento da Rede de Cinemas

Na área da cultura, a RNP atuou no fortalecimento da Rede de Cinemas, com ações para valorizar e ampliar o acesso ao conteúdo audiovisual brasileiro, ao mesmo tempo, apoiar a produção audiovisual brasileira, como um importante segmento para expansão de espaços qualificados de exibição no Brasil.

Uma das iniciativas é o projeto Cinemas em Rede, parceria entre a RNP, o Ministério da Cultura (MinC) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que contribui para a criação de um circuito de exibição audiovisual nas universidades e instituições federais de todo Brasil. Em 2018, foram realizadas oito sessões seguidas de debate com diretores e produtores do filme. Essas exibições contaram com um público total de 1.217 pessoas, das quais 776 permaneceram durante os debates realizados ao final de cada filme, que proporcionam interação, intercâmbio de conhecimento e participação social.

Também foram realizadas a ativação do Portal Cinemas em Rede, a entrega do Sistema de Gestão da Rede de Cinemas e o lançamento da Chamada de Qualificação, cujo objetivo é mapear as instituições que possuem alguma iniciativa de exibição para direcionar a ampliação da Rede de Cinemas em 2019. Ela estará aberta até 1º de março.

Em parceria com a Kasco P&D, a RNP finalizou o appliance UHD Player, exibidor de conteúdo digital. O equipamento é um hardware miniaturizado capaz de exibir vídeos em 4K, com áudio digital de altíssima qualidade, além de oferecer funcionalidades como Wi-Fi, bluetooth e sintonizador de TV digital.

“Mais do que atender somente as necessidades de uma sala de cinema, houve uma preocupação em extrair todo o potencial do processador e capacitá-lo a rodar algoritmos de inteligência artificial de última geração, o que projetará este hardware ao uso nos próximos anos”, conta João Marcelo von Zuben, da Kasco P&D.

Duas soluções aplicadas na Ancine

Em 2018, a RNP concluiu duas ações dentro da cooperação com a Agência Nacional do Cinema (Ancine). Um dos grandes desafios da agência era automatizar o recebimento e registro de obras audiovisuais veiculadas no Brasil. Toda obra audiovisual veiculada no Brasil deve, obrigatoriamente, ser registrada na Ancine. Para isso  os produtores as enviam em mídias eletrônicas físicas, via Correios, e todo o processo de registro e manipulação é feito manualmente. Como solução, a RNP implementou, em caráter piloto, o Registro Digital de Obras (RDO), que permite que esse processo seja realizado de forma automatizada, aumentando sua eficiência, reduzindo custos de operação e aumentando o tempo de preservação do acervo audiovisual, que passa a ser armazenado em sistemas mais resilientes e seguros.

A outra solução entregue junto à Ancine foi a Plataforma para Captura do Sinal da TV Aberta (TV2IPE), que realiza a captura, indexação e armazenamento de sinal da TV aberta. Além do acompanhamento das obras audiovisuais veiculadas na TV aberta, o TV2IPE permite a formação de um extenso acervo audiovisual que poderá ser disponibilizado para estudantes e pesquisadores. Um relevante aspecto inovador diz respeito ao equipamento que permite a captação e decodificação de até 16 canais simultâneos de TV aberta, permitindo uma redução significativa de espaço físico para acomodação dos equipamentos de recepção do sinal e dos custos de implantação.

Plano de projeto com a Embrapii em fase de elaboração

Aprimorar os processos e a infraestrutura tecnológica voltada à segurança da informação. Esse é o objetivo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) ao firmar uma parceria com a RNP, em outubro de 2018. A reunião de kickoff já foi realizada e o plano de projeto está em fase de elaboração. O projeto prevê a implementação de boas práticas em Segurança da Informação que sirvam como base para o estabelecimento de um Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI) para Embrapii.

“A parceria permitirá prover o desenvolvimento da infraestrutura e principalmente a adequação às boas práticas de cibersecurity para a administração de dados sensíveis, fundamentados em normativos de segurança, contingência e escalabilidade de sistemas. A implantação da plataforma SGSI (gestão de segurança e riscos) prevista no escopo da parceira, será um marco na evolução da governança corporativa e de TI na Embrapii", afirma Luiz Horta Barbosa, da Diretoria de Operações da empresa.

Conectividade e capacitação em prol do Ministério da Defesa

A RNP tem o desafio de prover conectividade, serviços e soluções para as unidades do Ministério da Defesa (MD). Em 2018, foi iniciada a implementação de conexões de alta capacidade na Escola Superior de Guerra (ESG), Instituto Pandiá Calógeras (IPC) e Hospital das Forças Armadas (HFA), instituições do MD localizadas em Brasília (DF) que possuem ações em ensino, pesquisa e soluções em segurança em rede e em TI. Além da conectividade, há ainda o desafio de capacitar 18 técnicos, que será realizado por meio de cursos da Escola Superior de Redes (ESR).