Instituições australianas compartilham redes de fibra óptica e criam oportunidades

Compartilhamento de redes tem resultados positivos na Austrália

Uma inspiração para futuras parcerias no Brasil e no mundo foi firmada recentemente na Austrália. Em outubro, a Rede Acadêmica e de Pesquisa da Austrália (AARNet), a Universidade James Cook (JCU) e a Prefeitura de Townsville anunciaram uma parceria para melhorar a conectividade na região, por meio do compartilhamento de cabos de fibra óptica por toda a cidade.

O acordo melhorará a conectividade da prefeitura, permitirá a expansão dos serviços gratuitos de Wi-Fi e fornecerá uma segunda rede de alta velocidade para o Centro de Dados Regionais de North Queensland (em inglês, NQRDC) e possibilitará que as escolas locais utilizem a internet de alta velocidade para ter acesso a aulas virtuais pela tecnologia de videoconferência. Além disso, disponibilizará o acesso da Biblioteca Aitkenvale à rede de pesquisa e educação da AARNet.

A prefeita de Townsville, Jenny Hill, afirmou que essa parceria desempenha um papel importante no município, tornando-o uma cidade inteligente. “Ser capaz de explorar as potencialidades da AARNet significa ter muito mais capacidade digital em áreas onde a JCU possui uma rede física existente”, afirma Hill.

Compartilhar infraestrutura significa economia de custos

Há também uma economia de custos para a prefeitura, uma vez que não será necessário a instalação de redes de fibra ótica onde exista a infraestrutura de rede da AARNet ou da JCU. O chefe de Serviços de Infraestrutura de TIC da Universidade James Cook, Swain Kirk, afirma que a instituição está satisfeita por trabalhar com a prefeitura e a AARNet para oferecer serviços aprimorados por meio do compartilhamento de fibra de telecomunicações.

Estendendo o acesso ao eduroam além do campus

O serviço eduroam fornece à comunidade acadêmica global acesso à internet a partir das credenciais utilizadas nas suas próprias instituições. Anteriormente disponível apenas nos campi universitários, a remodelação do serviço gerado pela crescente colaboração da AARNet com as comunidades regionais permitiu que o eduroam se integrasse a outras áreas da comunidade.

“A abordagem melhorará a prestação de serviços para a comunidade estudantil de Townsville, permitindo o acesso ao eduroam em bibliotecas, museus e outras áreas públicas. As três organizações continuarão a trabalhar estreitamente para integrar ainda mais esse nível de serviço a outras localidades, como o aeroporto e outras organizações educacionais”, diz Kirk.

Melhor acesso ao centro de dados

A prefeita Hill afirma que o acordo também é importante para facilitar o crescimento do Centro Regional de Dados de North Queensland, que ajudará a atrair novas indústrias para Townsville, proporcionará backups extras e ligará a infraestrutura da JCU ao NQRDC, tornando o sistema ainda mais resiliente. “Queremos que essa instalação cresça e atraia novos negócios na área de TI para Townsville, ajudando a oferecer mais oportunidades de trabalho para os moradores locais”, pontua Hill.

O Centro Regional de Dados de North Queensland é uma parceria entre a Prefeitura de Townsville e a universidade James Cook. Essa união de forças é um ótimo exemplo de como a AARNet trabalha com universidades e as prefeituras locais para melhorar o acesso à infraestrutura de rede na região da Austrália.

Fonte: AARNet